Seja bem-vindo ao Amber Heard Brasil, sua melhor fonte sobre a atriz Amber Heard. Aqui você encontra notícias, fotos, vídeos, além do melhor conteúdo sobre a Amber.Esperamos que você goste e volte sempre! O Amber Heard Brasil é um fã site mantido por fãs com o objetivo de informar os demais. Nós não somos e não temos qualquer contato com a mesma. É proibido a cópia parcial ou imparcial deste site.

Johnny Depp deu entrada em processo contra a editora News Group Newspapers Limited e o colunista Dan Wootton, na sexta-feira, 01 de junho, devido a uma manchete do tabloide britânico que dizia: “Como pode JK Rowling estar ‘genuinamente feliz’ pelo espancador de esposas Johnny Depp estar estrelando seu novo filme Animais Fantásticos 2?” publicada em abril.

A manchete referia as alegações feitas por Amber Heard, ex-esposa de Depp, contra ele no final de seu casamento, quando a atriz o acusou de ser física e verbalmente abusivo com ela durante totalidade de sua união. O ator negou as alegações através do seguinte depoimento à mídia, um dia antes de Amber comparecer ao tribunal e o caso de violência doméstica tornar-se público:

“Dada a brevidade desse casamento e a mais recente e trágica perda de sua mãe, Johnny não responderá a nenhuma das falaciosas histórias falsas, fofocas, desinformação e mentiras sobre sua vida pessoal. Espero que a dissolução deste curto casamento seja resolvida rapidamente”.

Na época, a atriz apresentou ao tribunal declarações sua e de testemunhas, além de fotografias, vídeos e mensagens como provas do abuso sofrido. A mesma conseguiu uma ordem judicial de restrição temporária, que chegou a ser prolongada até os atores entrarem em um acordo e finalizarem o processo.

Pouco tempo depois, foi noticiada a escalação de Depp como Gellert Grindelwald em “Animais Fantásticos e onde Habitam” e a próxima sequência do filme, que marcou a estréia de Rowling como roteirista. Após muita insistência dos fãs por um posicionamento da autora, a mesma se pronunciou em uma longa postagem em seu blog, na qual defendeu a decisão de escalá-lo:

“Os cineastas e eu não apenas nos sentimos confortáveis com o nosso elenco original, mas estamos genuinamente felizes de ter Johnny como um personagem importante nos filmes”.

Depp está processando o tabloide e o jornalista da manchete por £ 200.000 e £ 10.528 por honorários legais. Ele também está pedindo indenização a ser determinada em data posterior e uma liminar proibindo os editores do jornal de “continuarem a publicar” matérias sobre o suposto abuso.

Neste processo, Depp afirmou que Amber “socou seu rosto duas vezes” por ter chegado atrasado à festa de aniversário dela. De acordo com o documento, o ator ficou lívido com a alegação de que ele é um espancador de esposa e críticas por ser escalado para Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald.

Em documentos que os advogados do Depp apresentaram na Divisão de Bancos da Rainha, eles dizem que o ator chegou duas horas atrasado para o jantar de aniversário de Heard em abril de 2016. Eles alegam que depois que os convidados saíram, ouviu “críticas ao atraso”.

O ator também fez questão de mencionar que “não estava bêbado ou drogado” e foi para a cama quando “a Sra. Heard, que estava bebendo, ficou agressiva e violenta … socando-o duas vezes na cara”. Depp “defendeu-se agarrando os braços de Ms Heard para impedi-la de socar novamente e lhe disse para parar”. E acrescentam: “Ele a empurrou para a cama e disse que estava indo embora e que ela não deveria segui-lo”.

Esta sequência de eventos contradiz a declaração feita por Amber à corte americana, na qual declarou que Depp encontrava-se sob efeito de álcool e drogas quando chegou ao apartamento, apresentando comportamento agressivo:

No mês seguinte, o par voltou a se desentender e reportagens na época informaram que Depp jogou um celular no rosto de Heard. Tabloides publicaram a foto dela com hematomas que foi apresentada ao tribunal.

Como parte de seu caso, a equipe de Depp apresentou depoimentos de dois policiais que dizem não ter visto nenhuma marca quando foram chamados para a cena. O depoimento deles também mencionou a aparente falta de cooperação de Amber, que chorava muito e apenas respondia “não” ou “eu não sei” às suas perguntas.

Os novos documentos judiciais afirmam que os seguranças de Depp, que estavam do lado de fora, correram para sua cobertura quando ouviram os gritos de Heard. Eles alegam: “O segurança observou [Depp] em pé na cozinha, longe da Sra. Heard. Naquele momento, a Sra. Heard gritou: “Pare de me bater, Johnny” no telefone. O mesmo não estava batendo em Ms Heard. A Sra. Heard estava a cerca de 25 pés de distância.”

A declaração do funcionário de Depp contradiz ambos testemunhos feitos por Amber e por Raquel Pennington, amiga e vizinha do casal que ouviu seus gritos, mas precisou pegar uma chave do apartamento para abrir a porta e assim separar a briga, tendo os seguranças adentrado o cômodo apenas em seguida:

            

Um advogado de Amber negou que a atriz tenha agredido seu ex e outras acusações feitas pelo mesmo através da seguinte declaração:

“Essas alegações são totalmente falsas. Basta ler o recente artigo da revista Rolling Stone sobre o Sr. Depp e a ação movida contra ele por um gerente de locação, entre muitas outras notícias recentes e ações judiciais, para entender seu estado de espírito”.

A declaração refere-se aos recentes eventos envolvendo Depp, entre os quais:

  • Depp foi processado por dois ex-seguranças por atraso de salários e exposição a substâncias ilegais. Eles também alegam que foram obrigados a trabalhar como babás para o filho mais novo do ator e “foram forçados a proteger [Depp] de si mesmo e de seus vícios enquanto estavam em público, tornando-se cuidadores”.  Por exemplo, um “incidente em uma boate local envolveu [Arreola (ex-detetive do Departamento de Polícia de Los Angeles) e Sanchez] alertando Depp de substâncias ilegais, evitando que o público notasse a condição de Depp“.
  • Processos entre Depp e The Management Group (TMG), empresa que administrava sua carreira. Os documentos argumentaram que a situação financeira ruim do ator deve-se ao seu estilo de vida de excessos, inclusive com bebidas, também revelaram que o ator de fato abusou fisicamente de sua ex-esposa Amber Heard – apesar de Depp ter negado, chamando as alegações de “histórias devassas falsas, fofoca”. De acordo com documentos arquivados por TMG, o ator foi “extremamente volátil” e algumas vezes “agrediu fisicamente” Heard: “[Joel Mandel, um dos agentes da TMG] foi informado bem depois do fato através de comunicações com vários funcionários da casa e da segurança que Depp foi extremamente volátil e algumas vezes [levou as agressões] para o ‘plano físico’ com Heard. Mandel também foi posteriormente informado que Depp tinha chutado violentamente Heard durante um incidente em 2014.” Fontes ligadas à companhia ainda revelaram que o ator tentou encobrir as acusações de abuso. Durante o processo do TMG, surgiram uma série de mensagens entre Amber e seu assistente Stephen Deuters – na noite em que Depp a chutou – e o grupo de gerenciamento afirma que eles são legítimos: “A TMG sabe e acredita que Depp sabia muito bem que as mensagens de texto eram genuínas, mas pressionou e repreendeu seu assistente para desafiar a veracidade das mensagens publicamente”.
  • Perfil de Johnny Depp pela revista Rolling Stone, no qual o jornalista Stephen Rodrick, apontou o constante consumo de bebidas e drogas durante o período de 3 dias em que passou com o ator em sua mansão para a entrevista.
  • Depp é processado após agredir membro da equipe com dois socos nas costelas em set de filmagem. Os documentos também alegam que o ator fedia a álcool, usou drogas no set e após agredir física e verbalmente a vítima, ofereceu-lhe 100 mil dólares para o mesmo revidar com um soco na cara.