Seja bem-vindo ao Amber Heard Brasil, a sua maior e melhor fonte brasileira sobre a atriz no Brasil. Aqui você encontrará informações sobre seus projetos, campanhas e muito mais, além de entrevistas traduzidas e uma galeria repleta de fotos. Somos um site sem fins lucrativos criado e mantido por fãs e não possui qualquer ligação com Amber Heard, sua família ou seus representantes. Todo o conteúdo original aqui apresentado, tais como notícias, informações, traduções, textos e gráficos, pertence ao site a não ser que seja informado o contrário. Nenhuma violação de direitos autorais é pretendida, nós NÃO reivindicamos ou possuímos direito de propriedade sobre nenhuma das fotos em nossa galeria, as mesmas pertencem aos seus respectivos donos legítimos e estão sendo usadas de acordo com a Fair Use Law § 107. Caso algum conteúdo ou foto aqui disponibilizado ou demonstrado seja de sua autoria e você gostaria que fosse removido, solicitamos que entre em contato conosco imediatamente antes de tomar qualquer ação legal.
Seja bem-vindo ao Amber Heard Brasil, a sua maior e melhor fonte brasileira sobre a atriz no Brasil. Aqui você encontrará informações sobre seus projetos, campanhas e muito mais, além de entrevistas traduzidas e uma galeria repleta de fotos. Somos um site sem fins lucrativos criado e mantido por fãs e não possui qualquer ligação com Amber Heard , sua família ou seus representantes. Todo o conteúdo original aqui apresentado, tais como notícias, informações, traduções, textos e gráficos, pertence ao site a não ser que seja informado o contrário. Nenhuma violação de direitos autorais é pretendida, nós NÃO reivindicamos ou possuímos direito de propriedade sobre nenhuma das fotos em nossa galeria, as mesmas pertencem aos seus respectivos donos legítimos e estão sendo usadas de acordo com a Fair Use Law § 107. Caso algum conteúdo ou foto aqui disponibilizado ou demonstrado seja de sua autoria e você gostaria que fosse removido, solicitamos que entre em contato conosco imediatamente antes de tomar qualquer ação legal.

A atriz de 34 anos afirmou que levou um tapa e puxada pelas escadas por Depp, 57, em seu apartamento em Los Angeles, em um furioso caso em 2015.

Depp já admitiu dar uma cabeçada em Heard em sua cobertura em Los Angeles, mas afirmou que foi “acidental” quando ele assumiu a caixa de testemunho na semana passada. O Tribunal Superior soube como Heard apareceu no Late Late Show com James Corden em 16 de dezembro de 2015, na noite seguinte ao suposto incidente.

Dizem que Heard exclamou: “Você pode acreditar que eu acabei de fazer esse show com dois olhos roxos?” Depois do show.

Mas hoje a estilista de Hollywood Samantha McMillen se posicionou no caso de difamação, alegando que não tinha visto a atriz com marcas visíveis no rosto ou no corpo. Em uma declaração de testemunha ao tribunal, ela disse: “Eu a vi durante todo o dia, em boa luz, de perto, sem maquiagem. Durante todo o dia, pude ver claramente que Amber não apresentava marcas visíveis, hematomas, cortes ou ferimentos no rosto ou em qualquer outra parte do corpo. Depois do show, a Srta. Heard me disse: ‘Você pode acreditar que eu acabei de fazer o show com dois olhos roxos?’ Mas ela não tinha nenhum olho roxo e ficou visivelmente ilesa durante o dia e naquele momento. Mais tarde soube que a Srta. Heard acusou Johnny Depp de abusar violentamente dela na noite anterior.”

Ela disse que ficou “confusa” com os comentários de Heard sobre os machucados, dizendo: “Eu não vi os olhos roxos, mas também não quero, você sabe, criar qualquer tipo de – eu só queria ir para casa .”

McMillen disse que mais tarde ouviu Heard dizendo a um amigo: “Certifique-se de colocar essas fotos no meu computador” – mas ela não sabia a que fotos estava se referindo.

Sasha Wass QC, representando o News Group Newspapers, se referiu a uma mensagem enviada por Heard em dezembro de 2015, que dizia: “Johnny fez um número em mim hoje à noite”.

A advogada perguntou: “A Srta. Heard já lhe disse que Johnny ‘fez um número nela’?”

McMillen disse: “Ela nunca disse nada sobre isso para mim.”

E a estilista admitiu que era leal a Depp, dizendo: “Eu sou leal porque ele é gentil e leal, mas não por qualquer outro motivo além disso.”

McMillen foi questionada sobre um e-mail enviado por Heard a sua assessora, Jodi Gottlieb, nas primeiras horas de 16 de dezembro, que dizia: “Estou realmente machucada ou posso ter um olho roxo ou dois amanhã … talvez eu não esteja em forma para o dia seguinte, mas não saberei o quão ruim é a contusão até de manhã.”

E ela disse que não conseguia pensar no porquê de ter enviado o e-mail se não tivesse os ferimentos. A estilista também disse que não se lembrava de nenhuma conversa com a maquiadora de Heard, Melanie Inglessis, que ela “colocaria um batom vermelho muito brilhante em Miss Heard para tentar cobrir a marca nos lábios.”

Depp alegou que Heard falsificou os ferimentos como parte de um “dossiê de seguro” contra ele.

Heard afirmou que Depp a atacou em uma sessão prolongada e violenta na noite anterior. O ataque teria acontecido na noite de 15 de dezembro de 2015 na cobertura compartilhada pelo casal.

Depp teria jogado uma jarra em Heard, deu um tapa no rosto e a arrastou pelo apartamento pelos cabelos. Ele teria arrancado “grandes pedaços de cabelo e couro cabeludo” da cabeça da Srta. Heard enquanto a puxava pelas escadas e ameaçava matá-la.

Quando Heard tentou escapar da violência, Depp supostamente bateu na parte de trás da cabeça e a derrubou no chão. Quando ela ficou de pé, foi alegado, Depp gritou: “Oh, você acha que é um cara durão?” antes de dar um tapa na cara dela.

Ele então a jogou na cama e se ajoelhou de costas enquanto a socava repetidamente em sua cabeça, gritando: “Eu odeio você” uma e outra vez. Heard sofreu fortes dores de cabeça e outras dores por pelo menos uma semana após o ataque.

Mais tarde, Depp supostamente escreveu uma mensagem na bancada da cozinha em caneta dourada, onde se lia: “Por que ser uma fraude? Tudo é mentira.”

Depp disse ao tribunal: “Não fui violento com a Srta. Heard de forma alguma. Na verdade, nessa data, a Srta. Heard me atacou violentamente, como havia feito muitas vezes antes, deixando-me com vários arranhões e inchaço no rosto. A Srta. Heard fabricou essas alegações, inclusive alegando falsamente que os cabelos loiros no chão eram os cabelos que foram puxados por mim. Eu me lembro desse período como aquele em que a Srta. Heard estava continuamente tentando discutir comigo e às vezes me agredia fisicamente. Se a Srta. Heard tivesse realmente sido agredida da maneira que ela descreveu, ela teria sofrido ferimentos muito graves e visíveis. Não há nenhuma evidência de que isso tenha acontecido.”

O caso continua.

Original | Tradução e adaptação: Equipe Amber Heard Brasil