Seja bem-vindo ao Amber Heard Brasil, a sua maior e melhor fonte brasileira sobre a atriz no Brasil. Aqui você encontrará informações sobre seus projetos, campanhas e muito mais, além de entrevistas traduzidas e uma galeria repleta de fotos. Somos um site sem fins lucrativos criado e mantido por fãs e não possui qualquer ligação com Amber Heard, sua família ou seus representantes. Todo o conteúdo original aqui apresentado, tais como notícias, informações, traduções, textos e gráficos, pertence ao site a não ser que seja informado o contrário. Nenhuma violação de direitos autorais é pretendida, nós NÃO reivindicamos ou possuímos direito de propriedade sobre nenhuma das fotos em nossa galeria, as mesmas pertencem aos seus respectivos donos legítimos e estão sendo usadas de acordo com a Fair Use Law § 107. Caso algum conteúdo ou foto aqui disponibilizado ou demonstrado seja de sua autoria e você gostaria que fosse removido, solicitamos que entre em contato conosco imediatamente antes de tomar qualquer ação legal.
Seja bem-vindo ao Amber Heard Brasil, a sua maior e melhor fonte brasileira sobre a atriz no Brasil. Aqui você encontrará informações sobre seus projetos, campanhas e muito mais, além de entrevistas traduzidas e uma galeria repleta de fotos. Somos um site sem fins lucrativos criado e mantido por fãs e não possui qualquer ligação com Amber Heard , sua família ou seus representantes. Todo o conteúdo original aqui apresentado, tais como notícias, informações, traduções, textos e gráficos, pertence ao site a não ser que seja informado o contrário. Nenhuma violação de direitos autorais é pretendida, nós NÃO reivindicamos ou possuímos direito de propriedade sobre nenhuma das fotos em nossa galeria, as mesmas pertencem aos seus respectivos donos legítimos e estão sendo usadas de acordo com a Fair Use Law § 107. Caso algum conteúdo ou foto aqui disponibilizado ou demonstrado seja de sua autoria e você gostaria que fosse removido, solicitamos que entre em contato conosco imediatamente antes de tomar qualquer ação legal.

O juiz no julgamento por difamação de Johnny Depp contra o The Sun permitiu que as alegações de “violência sexual” de Amber Heard fossem ouvidas em particular.

Depp, 57, está processando o News Group Newspapers (NGN), e o editor executivo do The Sun, Dan Wootton, por difamação, em um artigo de abril de 2018 que se referia a ele como um “espancador de esposa” – o que ele nega.

O julgamento entrou em seu quarto dia na sexta-feira, 10, mas parte dos procedimentos de hoje foi mantida em sigilo quando o tribunal ouviu as alegações de Heard de violência sexual.

Em uma audiência remota do Skype na quarta-feira, parte da qual foi conduzida com membros da imprensa e do público excluídos, o juiz Nicol decidiu que parte das evidências de Heard relacionadas a alegações de violência sexual serão ouvidas em particular durante o próximo julgamento.

Ele tomou sua decisão após uma solicitação de advogados da NGN, dizendo que os pedidos solicitados pelos editores eram “necessários e proporcionais.”

O juiz acrescentou: “Sublinho que nada neste julgamento pré-julgará as questões que terei que decidir no julgamento. Nenhuma das partes será prejudicada pelo fato de que parte do julgamento ocorrerá em particular. Em público ou em particular, o requerente (Sr. Depp) terá uma oportunidade completa, na medida do apropriado, de contestar as evidências da senhora Heard através de interrogatório.”

No início da audiência, o advogado da NGN, Adam Wolanski, QC, disse ao tribunal que Heard, 34, que é testemunha no caso, havia dito que achava aterrorizante a possibilidade de depor em público sobre as questões confidenciais.

Ele disse: “Sua senhoria sabe que este caso já gerou muita publicidade e uma das preocupações de Heard é que ela foi objeto de muita difamação na imprensa, em particular nas redes sociais. Ela está muito preocupada com o fato de a natureza dessas alegações ser tal que seria o caso se esse material confidencial fosse relatado.”

David Sherborne, advogado de Depp, argumentou que as alegações que Heard fez de violência sexual e física contra seu ex-marido – que Depp nega veementemente – foram publicadas anteriormente e foram ao ar em tribunal aberto.

Ele disse que Heard “não é uma testemunha comum”, acrescentando: “Ela sempre se promoveu como vítima … e caracterizou suas alegações como não apenas sobre abuso físico, mas violência sexual.”

Sherborne disse que Heard “se promoveu como ativista” durante uma aparição na Assembléia Geral das Nações Unidas, que ocorreu em 2019, e em um artigo de opinião para o Washington Post, que é objeto de processos por difamação por Depp. nos E.U.A.

No entanto, o juiz Nicol achou que a parte de suas evidências que permanecerá confidencial era “de uma ordem diferente” para as alegações já de domínio público.

A natureza exata das alegações não foi divulgada à imprensa ou ao público e permanece desconhecida.

Os dois se conheceram no set da comédia de 2011 The Rum Diary e se casaram em Los Angeles em fevereiro de 2015. Em maio de 2016, Heard obteve uma ordem de restrição contra Depp depois de acusá-lo de abuso, que ele negou.

O casal resolveu o divórcio fora dos tribunais em 2017, com Heard doando seu acordo de sete milhões de dólares para caridade.

Nos procedimentos de hoje, Depp foi acusado de jogar uma garrafa de champanhe na Heard em uma luta e jogar um telefone nela em outra. Ele também a chamou de “stripper de 50 centavos” e a acusou de ter um caso com Elon Musk.

Uma porta-voz da sra. Heard disse: “Congratulamo-nos com a decisão do juiz Nicol de permitir que evidências relacionadas à ‘violência sexual’ sejam ouvidas em tribunal fechado. Simplesmente não há razão para que tais evidências sensíveis sejam expostas à imprensa mundial. Estamos satisfeitos que o tribunal tenha feito essa ordem, apesar do argumento preocupante de Depp de que Amber não deve se beneficiar do direito à privacidade em relação à violência sexual, por causa de sua associação pública com o movimento #metoo e sua defesa de vítimas de violência sexual em as Nações Unidas.”

Original | Tradução e Adaptação: Equipe Amber Heard Brasil