Seja bem-vindo ao Amber Heard Brasil, a sua maior e melhor fonte brasileira sobre a atriz no Brasil. Aqui você encontrará informações sobre seus projetos, campanhas e muito mais, além de entrevistas traduzidas e uma galeria repleta de fotos. Somos um site sem fins lucrativos criado e mantido por fãs e não possui qualquer ligação com Amber Heard, sua família ou seus representantes. Todo o conteúdo original aqui apresentado, tais como notícias, informações, traduções, textos e gráficos, pertence ao site a não ser que seja informado o contrário. Nenhuma violação de direitos autorais é pretendida, nós NÃO reivindicamos ou possuímos direito de propriedade sobre nenhuma das fotos em nossa galeria, as mesmas pertencem aos seus respectivos donos legítimos e estão sendo usadas de acordo com a Fair Use Law § 107. Caso algum conteúdo ou foto aqui disponibilizado ou demonstrado seja de sua autoria e você gostaria que fosse removido, solicitamos que entre em contato conosco imediatamente antes de tomar qualquer ação legal.
Seja bem-vindo ao Amber Heard Brasil, a sua maior e melhor fonte brasileira sobre a atriz no Brasil. Aqui você encontrará informações sobre seus projetos, campanhas e muito mais, além de entrevistas traduzidas e uma galeria repleta de fotos. Somos um site sem fins lucrativos criado e mantido por fãs e não possui qualquer ligação com Amber Heard , sua família ou seus representantes. Todo o conteúdo original aqui apresentado, tais como notícias, informações, traduções, textos e gráficos, pertence ao site a não ser que seja informado o contrário. Nenhuma violação de direitos autorais é pretendida, nós NÃO reivindicamos ou possuímos direito de propriedade sobre nenhuma das fotos em nossa galeria, as mesmas pertencem aos seus respectivos donos legítimos e estão sendo usadas de acordo com a Fair Use Law § 107. Caso algum conteúdo ou foto aqui disponibilizado ou demonstrado seja de sua autoria e você gostaria que fosse removido, solicitamos que entre em contato conosco imediatamente antes de tomar qualquer ação legal.

ALERTA DE GATILHO: comentários e imagens sobre agressões físicas em detalhes explícitos e aterrorizantes, sendo assim, pode causar desconforto e desencadear fortes emoções. Se você é sensível a este tipo de conteúdo, por favor, não leia.

Depp, 57 anos, atirou um celular no rosto de Amber Heard com fúria causada por bebidas e drogas, causando a lesão, diz o comunicado.

A new photo shows apparent bruising on Amber's face after a row
Uma nova foto mostra hematomas aparentes no rosto de Amber depois de uma briga

Os dados do registro de data e hora comprovam que a foto foi tirada no mesmo dia do suposto ataque em maio de 2016, apesar da alegação de Depp que Heard divulgou as marcas em uma data posterior, ouviu o tribunal.

A Srta. Heard, de aspecto triste, foi fotografada em público cinco dias depois, em um vestido preto com uma contusão óbvia no rosto.

Depp é acusado de ter aparecido no apartamento que compartilhou com Heard “bêbado e drogado” em 21 de maio de 2016, antes de iniciar uma briga verbal contra ela. Alega-se que ele estava com raiva porque suspeitava que a Srta. Heard havia defecado em sua cama após uma discussão anterior.

Ele teria jogado um celular no rosto dela, causando marcas vermelhas e hematomas na bochecha, e quebrando a cobertura com uma garrafa grande de vinho.

A nova imagem mostrada hoje no Tribunal mostra a atriz com uma longa marca vermelha no lado direito do rosto.

Mas o amigo de Depp, Isaac Baruch, hoje chamou a foto de “falsa mentira” e sugeriu que Heard falsificou as marcas da câmera para promover sua “narrativa fraudulenta”.

Baruch, que morava ao lado do casal em Los Angeles, disse que viu Heard no dia seguinte ao suposto ataque e não notou marcas ou machucados em seu rosto.

Ele disse: “Estou vendo todas essas fotos falsas na revista People – o vestido Amish, essas imagens, toda a narrativa. Mas eu a vi no domingo, segunda, terça e quarta-feira sem deixar marcas.”

Baruch disse que entrou no apartamento de Heard inesperadamente e que “obviamente era a hora errada para ela” – sugerindo que ela ainda não teve tempo de fingir seus ferimentos.

Ele disse: “Ela não estava usando maquiagem e não havia nada no rosto. Eu estava a um pé dela e não havia nada. Não vi nenhuma marca de contusão, vermelhidão, marca ou marca de celular vermelha. Nada, nada.” Ele acrescentou: “Ela pediu uma ordem fraudulenta de violência doméstica para extorquir e chantagear Johnny no divórcio”.

O tribunal foi informado anteriormente como Depp estava “zangado e querendo uma briga” quando ele apareceu no apartamento.

Sasha Wass, QC disse a Depp: “Você imediatamente acusou a Srta. Heard de ter defecado na cama. Você estava reclamando e delirando. Você pegou o telefone dela, passou o braço como um jogador e jogou o telefone com força no rosto da Srta. Heard. Atingindo o lado direito do rosto.”

Heard estava ao telefone com um amigo na época, iO Tillett Wright. A ligação ainda estava ativa e a Srta. Heard pediu que ela ligasse para o 911, o tribunal ouviu.

Wright mandou uma mensagem para sua amiga em comum, Rocky Pennington, dizendo: “JD atacando Amber. Ela me disse para ligar para o 911. Eu estou fazendo isso.” Pennington, que morava em um apartamento vizinho, chegou alguns minutos depois e se colocou entre Depp e Heard.

Wass disse a Depp: “Você empurrou Pennington para fora do caminho, e então Heard desabou no sofá. Você perguntou como ela gostaria se você puxasse o cabelo dela para trás. Você então pegou uma garrafa de vinho e começou a girá-lo e esmagar as coisas com ela.”

Depp disse que o incidente não aconteceu, e os textos entre Heard, Wright e Pennington eram “uma farsa cuidadosamente coreografada”.

O caso continua.

Original | Tradução e adaptação: Equipe Amber Heard Brasil