Seja bem-vindo ao Amber Heard Brasil, a sua maior e melhor fonte brasileira sobre a atriz no Brasil. Aqui você encontrará informações sobre seus projetos, campanhas e muito mais, além de entrevistas traduzidas e uma galeria repleta de fotos. Somos um site sem fins lucrativos criado e mantido por fãs e não possui qualquer ligação com Amber Heard, sua família ou seus representantes. Todo o conteúdo original aqui apresentado, tais como notícias, informações, traduções, textos e gráficos, pertence ao site a não ser que seja informado o contrário. Nenhuma violação de direitos autorais é pretendida, nós NÃO reivindicamos ou possuímos direito de propriedade sobre nenhuma das fotos em nossa galeria, as mesmas pertencem aos seus respectivos donos legítimos e estão sendo usadas de acordo com a Fair Use Law § 107. Caso algum conteúdo ou foto aqui disponibilizado ou demonstrado seja de sua autoria e você gostaria que fosse removido, solicitamos que entre em contato conosco imediatamente antes de tomar qualquer ação legal.
Seja bem-vindo ao Amber Heard Brasil, a sua maior e melhor fonte brasileira sobre a atriz no Brasil. Aqui você encontrará informações sobre seus projetos, campanhas e muito mais, além de entrevistas traduzidas e uma galeria repleta de fotos. Somos um site sem fins lucrativos criado e mantido por fãs e não possui qualquer ligação com Amber Heard , sua família ou seus representantes. Todo o conteúdo original aqui apresentado, tais como notícias, informações, traduções, textos e gráficos, pertence ao site a não ser que seja informado o contrário. Nenhuma violação de direitos autorais é pretendida, nós NÃO reivindicamos ou possuímos direito de propriedade sobre nenhuma das fotos em nossa galeria, as mesmas pertencem aos seus respectivos donos legítimos e estão sendo usadas de acordo com a Fair Use Law § 107. Caso algum conteúdo ou foto aqui disponibilizado ou demonstrado seja de sua autoria e você gostaria que fosse removido, solicitamos que entre em contato conosco imediatamente antes de tomar qualquer ação legal.

O ex-vizinho de Amber Heard disse hoje ao Supremo Tribunal que a polícia disse que “tinha o suficiente” para prender Johnny Depp por violência doméstica após uma briga entre o antigo casal em sua cobertura compartilhada em Los Angeles em 2016.

O tribunal ouviu evidências do amigo e ex-vizinho de Heard, Joshua Drew, por meio de uma chamada de vídeo de Los Angeles, sobre um incidente em maio de 2016, no qual Heard alega que o ator ficou furioso com o que a atriz descreveu como “o incidente do cocô”.

Depp acusou Heard de defecar em sua cama após uma discussão no 30º aniversário de Heard, um mês antes. Heard chamou as alegações de “ridículas”, culpando o cão de Depp pelo incidente.

Ela acrescentou que as alegações causaram uma briga entre o par em que Depp “enrolou o braço para trás como se ele fosse um arremessador de beisebol e jogou o telefone no meu rosto o mais forte que pôde”. Heard afirma que Depp a agarrou e puxou o cabelo dela, antes de jogar garrafas ao redor e esmagar a cobertura do casal.

Drew, que estava morando na cobertura ao lado na época com sua parceira Raquel Pennington, disse ao tribunal que falou com a polícia depois que eles foram chamados para o apartamento após o suposto incidente.

Drew disse: “Fiquei do lado de fora da cobertura com o oficial e perguntei a ele o que poderíamos fazer, porque acho que sabíamos que ela [Heard] não pretendia prestar uma queixa e, obviamente, estávamos muito preocupados com ela e queríamos protegê-la. O policial me disse: ‘O rosto dela está vermelho, há danos nesses apartamentos, há o suficiente aqui para registrar uma queixa e podemos ir buscá-lo'”.

Drew disse que viu uma “piscina de vinho tinto” no corredor do lado de fora da casa, um “entalhe na porta que lembrava o fundo de uma garrafa de vinho” e vidros quebrados e itens quebrados em toda a cobertura.

Depp nega as alegações. Eleanor Laws QC, representando Depp, argumentou que Drew havia conspirado com Heard na noite do incidente para “inventar uma história” contra o ator.

“Vou sugerir a você que o que aconteceu na noite de 21 de maio é que você, junto com sua ex-parceira Raquel Pennington, se envolveu com Amber Heard e depois mentiu por ela depois”, disse ela a Drew.

Drew disse ao tribunal: “Eu certamente não concordo”.

Ele acrescentou que as fotografias do rosto de Heard mostrando ferimentos causados pelo ataque “refletem minha memória” de como ela estava na noite do incidente.

A corte também ouviu testemunhos da ex-maquiadora de Amber, Melanie Inglessis, que disse ao Supremo Tribunal que ela teve que encobrir os ferimentos no rosto da atriz antes de sua aparição no Late Late Show, apresentado por James Corden em dezembro de 2015.

Falando através de uma chamada de vídeo de Los Angeles, Inglessis disse ao Tribunal: “Ela estava errática, chateada, entre ficar triste, chateada e furiosa – muita emoção, mas parecia bastante angustiada. Ela disse que Johnny e ela brigaram e houve um incidente na cama deles. Ela disse que ele tentou sufocá-la com um travesseiro. Ela sentiu que ele tentara matá-la naquela noite. Ela disse que temia por sua vida, e ele a agarrou pelos cabelos e a arrastou então arrancando um pedaço de cabelo no couro.”

Inglessis disse ao tribunal: “Ela tinha descoloração sob os olhos nos cantos internos do nariz. Lembro-me de seu olho esquerdo estar um pouco mais machucado que o direito. A ponta do nariz estava um pouco vermelha e inchada. Houve um corte ou crosta no lábio dela. Eu usei corretivo para esconder alguns dos hematomas, além de base – um rosto cheio de maquiagem. Embora a assinatura de Amber seja um lábio vermelho, não tivemos outra escolha naquele dia a não ser fazer um lábio vermelho brilhante, para cobrir a lesão.”

Inglessis acrescentou que ela usou batom vermelho e corretivo para esconder os ferimentos de Heard, e que Heard “não estava tão bem” para aparecer no programa.

O caso continua.

Original 1 Original 2| Tradução e adaptação: Equipe Amber Heard Brasil