Seja bem-vindo ao Amber Heard Brasil, a sua maior e melhor fonte brasileira sobre a atriz no Brasil. Aqui você encontrará informações sobre seus projetos, campanhas e muito mais, além de entrevistas traduzidas e uma galeria repleta de fotos. Somos um site sem fins lucrativos criado e mantido por fãs e não possui qualquer ligação com Amber Heard, sua família ou seus representantes. Todo o conteúdo original aqui apresentado pertence ao site a não ser que seja informado o contrário. Nenhuma violação de direitos autorais é pretendida, nós NÃO reivindicamos ou possuímos direito de propriedade sobre nenhuma das fotos em nossa galeria, as mesmas pertencem aos seus respectivos donos legítimos e estão sendo usadas de acordo com a Fair Use Law § 107.

O juiz no julgamento por difamação de Johnny Depp contra o The Sun permitiu que as alegações de “violência sexual” de Amber Heard fossem ouvidas em particular.

Depp, 57, está processando o News Group Newspapers (NGN), e o editor executivo do The Sun, Dan Wootton, por difamação, em um artigo de abril de 2018 que se referia a ele como um “espancador de esposa” – o que ele nega.

O julgamento entrou em seu quarto dia na sexta-feira, 10, mas parte dos procedimentos de hoje foi mantida em sigilo quando o tribunal ouviu as alegações de Heard de violência sexual.

Em uma audiência remota do Skype na quarta-feira, parte da qual foi conduzida com membros da imprensa e do público excluídos, o juiz Nicol decidiu que parte das evidências de Heard relacionadas a alegações de violência sexual serão ouvidas em particular durante o próximo julgamento.

Ele tomou sua decisão após uma solicitação de advogados da NGN, dizendo que os pedidos solicitados pelos editores eram “necessários e proporcionais.”

O juiz acrescentou: “Sublinho que nada neste julgamento pré-julgará as questões que terei que decidir no julgamento. Nenhuma das partes será prejudicada pelo fato de que parte do julgamento ocorrerá em particular. Em público ou em particular, o requerente (Sr. Depp) terá uma oportunidade completa, na medida do apropriado, de contestar as evidências da senhora Heard através de interrogatório.”

No início da audiência, o advogado da NGN, Adam Wolanski, QC, disse ao tribunal que Heard, 34, que é testemunha no caso, havia dito que achava aterrorizante a possibilidade de depor em público sobre as questões confidenciais.

Ele disse: “Sua senhoria sabe que este caso já gerou muita publicidade e uma das preocupações de Heard é que ela foi objeto de muita difamação na imprensa, em particular nas redes sociais. Ela está muito preocupada com o fato de a natureza dessas alegações ser tal que seria o caso se esse material confidencial fosse relatado.”

David Sherborne, advogado de Depp, argumentou que as alegações que Heard fez de violência sexual e física contra seu ex-marido – que Depp nega veementemente – foram publicadas anteriormente e foram ao ar em tribunal aberto.

Ele disse que Heard “não é uma testemunha comum”, acrescentando: “Ela sempre se promoveu como vítima … e caracterizou suas alegações como não apenas sobre abuso físico, mas violência sexual.”

Sherborne disse que Heard “se promoveu como ativista” durante uma aparição na Assembléia Geral das Nações Unidas, que ocorreu em 2019, e em um artigo de opinião para o Washington Post, que é objeto de processos por difamação por Depp. nos E.U.A.

No entanto, o juiz Nicol achou que a parte de suas evidências que permanecerá confidencial era “de uma ordem diferente” para as alegações já de domínio público.

A natureza exata das alegações não foi divulgada à imprensa ou ao público e permanece desconhecida.

Os dois se conheceram no set da comédia de 2011 The Rum Diary e se casaram em Los Angeles em fevereiro de 2015. Em maio de 2016, Heard obteve uma ordem de restrição contra Depp depois de acusá-lo de abuso, que ele negou.

O casal resolveu o divórcio fora dos tribunais em 2017, com Heard doando seu acordo de sete milhões de dólares para caridade.

Nos procedimentos de hoje, Depp foi acusado de jogar uma garrafa de champanhe na Heard em uma luta e jogar um telefone nela em outra. Ele também a chamou de “stripper de 50 centavos” e a acusou de ter um caso com Elon Musk.

Uma porta-voz da sra. Heard disse: “Congratulamo-nos com a decisão do juiz Nicol de permitir que evidências relacionadas à ‘violência sexual’ sejam ouvidas em tribunal fechado. Simplesmente não há razão para que tais evidências sensíveis sejam expostas à imprensa mundial. Estamos satisfeitos que o tribunal tenha feito essa ordem, apesar do argumento preocupante de Depp de que Amber não deve se beneficiar do direito à privacidade em relação à violência sexual, por causa de sua associação pública com o movimento #metoo e sua defesa de vítimas de violência sexual em as Nações Unidas.”

Original | Tradução e Adaptação: Equipe Amber Heard Brasil




ALERTA DE GATILHO: comentários e imagens sobre agressões físicas em detalhes explícitos e aterrorizantes, sendo assim, pode causar desconforto e desencadear fortes emoções. Se você é sensível a este tipo de conteúdo, por favor, não leia.

O ator de 57 anos havia negado anteriormente ter machucado sua ex-esposa, mas hoje admitiu que “acidentalmente” a atingiu entre os olhos pelo que ele aceitou ser uma admissão “importante” no dia 09 de Julho.

Amber Heard's face is seen bruised after an alleged bust-up with Johnny Depp
O rosto de Amber Heard é visto machucado após uma suposta briga com Johnny Depp
A photograph claiming to show Amber Heard's hair is seen on the ground after Johnny Depp allegedly attacked her at his LA penthouse
Foto mostrando o cabelo de Amber Heard no chão depois que Johnny Depp supostamente a atacou em sua cobertura em Los Angeles
Another photograph showed a bruise on her forehead
Outra imagem mostrando uma contusão na cabeça
Photographs shown to the court today showed Heard with a bruised eye
As fotografias apresentadas ao tribunal mostraram Heard com um olho machucado

Nos últimos três dias, ele negou repetidamente ter machucado a atriz de 34 anos, mas fez a admissão depois que os advogados tocaram o áudio de Depp e Heard discutindo a confusão onde ele disse: “Eu te dei uma cabeçada na p**ra da sua testa. Isso não quebra um nariz.”

Depp disse que tentou “agarrar” seus braços para “controlar a violência” e “impedi-la de me bater e me dar um soco.”

Ele disse ao tribunal: “Não houve cabeçada intencional.”

Sasha Wass QC, que representa os jornais do grupo de notícias, perguntou-lhe: “Você concorda que a sua admissão de que as pessoas deste tribunal tenham ouvido pela primeira vez que houve uma cabeçada é muito importante?”

Depp respondeu: “Sim, é importante”.

Chegou em outro dia no Supremo Tribunal, onde Heard acusou o ator de arrancar os cabelos, estrangulando-a e empurrando-a para uma mesa de pingue-pongue em uma série de violências em suas casas em Los Angeles e na Austrália.

Este é o áudio que levou a admissão no Tribunal de Johnny Depp hoje.
é possível ouvir Depp falando com Amber Heard após o incidente em Los Angeles em 2015.

Amber: “Você estava gritando. É como… o inferno, é o tipo de coisa mais ofensiva. Você pode dar um soco, mas de alguma forma gritar está bem. Você pode dar uma cabeçada em alguém que está gritando, mas não grita.”

Depp: “Eu te dei uma cabeçada na m*rda…”

Amber: “Eu não acredito que você fez isso.”

Depp: “… da sua testa. Isso não quebra um nariz.”

Racks of clothes can be seen strewn across the LA penthouse
Johnny Depp was quizzed over whether he headbutted his wife in one of the alleged bust-ups
Photographs were shown to the court of clothes strewn across the floor of the LA apartment
Araras de roupas podem ser vistas espalhadas pela cobertura de Los Angeles
Johnny Depp is claimed to have scrawled 'i love u' in his own blood on a mirror in Australia
Depp é acusado de ter rabiscado ‘eu te amo’ em seu próprio sangue em um espelho na Austrália
Depp is said to have scrawled it is 'all bulls***' on one of the tables at the property in Australia
Aparentemente, Depp rabiscou que é ‘tudo é uma mentira’ em uma das mesas da propriedade na Austrália

Em reivindicações explosivas ouvidas no tribunal hoje, Depp disse a Heard “somos uma cena de crime esperando para acontecer.”

Detalhes e fotografias surgiram de supostas brigas em 2015 que deixaram carnificina em suas almofadas de pelúcia em LA e na Austrália. Eles formam dois dos 14 supostos incidentes de violência doméstica, todos negados por Depp (você pode ler mais sobre isso aqui).

Durante um deles, Depp rabiscou “Eu te amo” em sangue com seu toco de dedo decepado depois de supostamente estrangular sua então esposa que estava em uma situação de refém por três dias, enquanto eles estavam no país para gravar o quinto filme de Piratas do Caribe.

Heard começou a temer por sua vida, na suposta discussão em março de 2015 que causou danos no valor de £150.000.

Foi alegado que a atriz teve que se trancar em um quarto depois que Depp supostamente arrancou sua camisola, a empurrou para uma mesa de pingue-pongue e a enforcou contra a geladeira há cinco anos.

Em outra briga furiosa em Los Angeles em dezembro de 2015, Depp supostamente arrancou mechas dos cabelos de Amber enquanto a arrastava, lhe dava tapas e gritava: “Eu vou te matar.” As fotografias mostradas hoje na corte revelam pedaços de cabelo de Amber no chão da cobertura destruída de Los Angeles, onde roupas e araras estavam espalhadas pelos quartos em cenas caóticas.

Depp – que está processando o The Sun por chamá-lo de “espancador de esposa” em um artigo de 2018 – negou “veementemente” a violência contra a estrela de Aquaman, Heard, até sua admissão da cabeçada “acidental”.

Hoje, o tribunal ouviu como Depp cortou o dedo na Austrália durante uma briga furiosa sobre um acordo pós-nupcial que Heard se recusou a assinar.

The actress' injuries were revealed in court today
Os ferimentos da atriz foram revelados no tribunal hoje
The bed was broken during the alleged confrontation at the couple's US home
A cama foi quebrada durante o suposto confronto na casa do casal nos EUA
Billy-Bob was written on the mirror at the Australian property in an apparent reference to Depp's fears that his wife was having an affair with the actor
Billy-Bob foi escrito no espelho da propriedade australiana em uma aparente referência aos medos de Depp de que sua esposa estava tendo um caso com o ator
Johnny Depp claims Amber Heard severed his finger with a vodka bottle but she said he had suffered the injury by slamming a phone against the wall
Depp afirma que Amber Heard cortou o dedo com uma garrafa de vodka, mas ela disse que ele sofreu o ferimento ao bater um telefone contra a parede

Ele afirma que Heard, chorosa, estava “bastante irritada” e atirou uma garrafa de vodka nele, cortando a ponta do dedo. Amber, porém, diz que ele se machucou esmagando um telefone contra a parede.

Ele admite ter arrancado o telefone da parede com uma raiva cheia de drogas, mas diz que é porque ele estava “chateado” e sofrendo um “colapso nervoso” por ter acabado de perder o dedo. Depp então escreveu “eu te amo” em um espelho com seu toco ensanguentado.

Quando Depp “ficou sem sangue”, ele começou a usar tinta para desfigurar um abajur, paredes e o espelho antes de urinar para fora e desenhar um “pênis” na foto de uma mulher, foi informado ao tribunal.

Heard alegou que ela ficou com “cortes por todo o corpo” depois dos três dias de “provações de agressões”, enquanto Depp tinha uma pequena queimadura no rosto por causa de um cigarro sendo apagado. A atriz disse que foi cortada por vidro quebrado espalhado pelo chão enquanto era perseguida pela sala e batida contra um balcão por Depp.

Na época, Heard disse que “temia por sua vida”, dizendo a Depp: “Você está me machucando e me cortando”, pois o ator supostamente destruiu a acomodação depois de tomar 10 comprimidos de ecstasy em duas horas e beber uma garrafa de vodka e vinho .

Mas Depp disse hoje ao tribunal que era estratégia de sua ex-esposa “me descrever como um cérebro molhado (gíria usada para pessoas que abusam excessivamente de bebidas alcoólicas), como um selvagem, como um maníaco incontrolável, como um monstro.” Ele disse que sua raiva se deve a um “colapso nervoso”, dizendo ao tribunal: “Eu estava no fim. Não podia viver, não queria viver naquele momento.”

Wass QC disse que a casa foi “completamente destruída”, dizendo a Depp: “Você estava completamente louco com bebidas e drogas.” Mas Depp negou usar drogas ilegais, alegando que foi Heard a agressora.

Ele disse: “Este [graffiti sangrento] é uma mensagem para ela de boa sorte e para ter cuidado com sua ambição de ser uma grande estrela. Entrei em algum tipo de colapso. Alguma espécie de colapso nervoso. Eu estava cheio e não queria viver naquele momento.

O terceiro dia de tribunal também ouviu como Heard havia agido como enfermeira de Depp durante sua desintoxicação enquanto eles estavam de férias em sua ilha particular nas Bahamas. Em sua declaração, Depp afirmou que ficou soluçando “como uma criança” quando Heard “reteve o medicamento” dele. Descrevendo como “uma das coisas mais cruéis que ela já fez”, ele disse: “Meu relógio biológico estava precisando de remédios para interromper o ataque … eu não estava em boa forma.”

Disseram ao tribunal que Heard estava em “contato constante” com a enfermeira de Depp, Debbie Lloyd – a certa altura, mandando uma mensagem para ela dizendo: “Ele estava tão bravo que me empurrou e eu pedi para ele sair. Não sei o que fazer. Desculpe incomodar vocês.

Depp admitiu “enlouquecer” porque estava com “muita dor”, mas negou empurrá-la, dizendo que não estava “em condição física para empurrar alguém.”

Depp repetiu o que havia dito na quarta-feira que as alegações de Heard faziam parte de uma “apólice de seguro”.

A Suprema Corte de hoje também ouviu a mãe de Amber Heart, Paige, ter enviado a Depp um texto de apoio, dizendo a ele: “Você passou pela parte mais difícil, pode ser difícil de ver, mas ficará muito feliz de ter esse gorila fora de suas costas.”

Ela também acrescentou: “Vi o inferno que esse vício traz e não desejaria isso para ninguém.”

Johnny Depp enviou uma mensagem a sua então sogra, Paige Heard, elogiando Amber por cuidar dele.

A mensagem dizia: “Minha querida Paige, quão inacreditavelmente gentil e pura sua mensagem foi. Estou muito agradecido por tê-la em minha vida. Não há homem mais sortudo nesta terra. Ter a força que Amber me dá e o apoio total de cada um de vocês, individualmente, que recebi ajuda imensamente.

Eu não preciso explicar os horrores para você, você sabe, assim como eu. O que você precisa saber é que sua filha superou a tarefa pesadíssima de cuidar desse pobre drogado. Nunca se passou um segundo em que ela não olhou para mim ou me olhou para ter certeza de que eu estava bem.

Minhas palavras são realmente fracas ao tentar explicar seu heroísmo em um texto – basta dizer que eu nunca conheci ou amei uma mulher ou algo mais. Ela tem a força de mil homens, e isso se deve a ninguém ou a nada além de você, querida. Obrigado, eu te amo.”

A mensagem para Paige Heard continuava: “Eu não poderia ter conseguido sem ela (Amber Heard). Eu teria nadado e engolido um grande copo de oceano sem ela, para ser sincero.

Foi um inferno por minha conta que sua garotinha caminhou comigo passo a passo. Eu sei que você já está orgulhosa dela, mas se você a tivesse visto em ação – incrível.

Foi um exercício de paciência e instinto monumentais. Eu não estaria vivo, querida. Houve mais de algumas vezes em que pensei que seria mais simples seguir esse caminho.

Foi Amber e Amber apenas que me fizeram passar por isso, e não foi fácil.”

Depp então respondeu, dizendo a Paige: “O que você precisa saber é que sua filha superou a tarefa pesadíssima de cuidar desse pobre e velho viciado.”

Wass então leu um texto enviado pelo Sr. Depp para Amber Heard, que dizia: “Muito obrigado por me deixar limpo pra cac*te amor”.

O tribunal também mostrou um clipe de Depp falando no Hollywood Film Awards em 2014. Wass disse que isso mostrava uma “queda gradual” da sobriedade de Depp, acrescentando: “Você estava caindo do vagão“.

Mas o ator disse que ele não usava drogas ilegais e estava tomando drogas prescritas para ajudá-lo a abandonar o vício em analgésico Roxycodone.

Mais tarde, exames médicos foram lidos pelo médico particular de Depp, David Kipper, que admitiu que a estrela “romantizou a cultura das drogas.” O Dr. Kipper disse: “Ele não entende a gratificação atrasada e é bastante infantil em sua reação quando não obtém satisfação imediata.”

O médico começou a tratar Heard por ansiedade antes de encaminhá-la ao Dr. Connell Cowan, que escreveu em suas anotações que Depp estava “ameaçado” por James Franco. Foi dito ao tribunal que o filme de Heard com o outro ator deixou Depp hospitalizado após uma farra de drogas.

Wass disse que Cowan escreveu em notas médicas: “JD (Johnny Depp) está muito ameaçado pela carreira, particularmente qualquer tipo de cenas românticas que ela tenha que fazer.”

Wass leu os exames médicos datados de 22 de setembro, que registravam que Depp deu um soco na parede durante uma discussão com Amber Heard e foi encontrado “sentado na cozinha com juntas arranhadas e ensanguentadas.” A advogada disse: “Parece que você está expressando sua raiva mais uma vez.”

Depp respondeu: “Prefiro expressar minha raiva ao atingir um objeto inanimado do que … a pessoa que amo.” E ele admitiu que, embora tivesse apagões, ele ainda tinha “trechos de memória.”

Ele também negou chutar ou socar Heard, ou se chamar de “selvagem”.

O Supremo Tribunal já ouviu falar que Depp se transformaria em “O Monstro” durante violentas discussões movidas a drogas com sua ex.

O caso do ator contra a NGN e o editor executivo Dan Wootton surge da publicação de um artigo no site do The Sun em 27 de abril de 2018 com a manchete “Gone Potty: como JK Rowling pode ser ‘genuinamente feliz’, contratando o espancador de esposa Johnny Depp no elenco Animais Fantásticos?”.

A NGN está defendendo o artigo como verdadeiro e diz que Depp estava “controlando e abusando verbal e fisicamente em relação ao Heard, principalmente quando estava sob a influência de álcool e/ou drogas” entre o início de 2013 e maio de 2016, quando o casal se separou.

O casal se conheceu em 2011 e começou a morar juntos em 2012, antes de se casar em Los Angeles em fevereiro de 2015.

Original | Tradução e Adaptação: Equipe Amber Heard Brasil




As 14 vezes em que Amber Heard alegou ter sigo agredida por Johnny Depp – e todos deveriam acreditar.

Os atores se conheceram no set de gravações de ‘Diário de Um Jornalista Bêbado’ (The Rum Diary), e deram início ao seu relacionamento em 2012.

O tablóide The Sun fez um breve resumo de todos os incidentes de agressão durante relacionamento do casal, expostos por Heard desde 2016, quando a atriz entrou com um pedido de divórcio do casamento que durou 15 meses.

O Supremo Tribunal de Londres teve acesso a mais provas das agressões nesta semana.

No início de 2013:

Heard afirmou que Depp a agrediu pela primeira vez quando eles estavam em Los Angeles depois que ela deu risada de sua tatuagem. A atriz alegou que o marido lhe deu um tapa três vezes depois que ela riu da tatuagem dele, que originalmente dizia “Winona Forever” em homenagem a sua ex-namorada, Winona Ryder, que foi alterada para “Wino Forever” depois da separação. Ele aparentemente se desculpou e culpou “o monstro”.

Março de 2013.

Depp supostamente bateu em Amber por conta de um quadro que Heard ganhou de sua ex-parceira Tasya Van Ree. Alega-se que ele a atingiu “com tanta força que o sangue do lábio dela acabou na parede” e que ele tentou incendiar a pintura.

Depp mais tarde se referiu ao suposto incidente em um texto como “banho de sangue em discoteca”, mas disse no tribunal que era para aplacar sua esposa, e não era um pedido de desculpas.

Junho de 2013:

Heard e Depp estavam em Hicksville, EUA, com um grupo de pessoas, incluindo a irmã de Amber, Whitney, e o assistente de Depp, Nathan Holmes. Heard afirmou que o marido estava “tomando drogas” e ficou “enfurecido” e “com ciúmes” quando uma de suas amigas a tocou. Ela disse que ele então jogou óculos nela, rasgou seu vestido e danificou a cabine em que estavam hospedados.

Maio de 2014:

Depp foi acusado de chutar Heard e espancou-a depois de beber em um jato particular que voava com o então casal de Boston para Los Angeles. Foi alegado que a agressão ocorreu porque Johnny acreditava que Amber estava tendo um caso com o ator James Franco, seu co-star em ‘The Adderall Diaries’.

Agosto de 2014:

Depp atacou Amber, pois ela estava “retendo remédios” dele em uma viagem de desintoxicação e tentativa de sobriedade que o ator estava fazendo com destino à sua ilha particular nas Bahamas.

Dezembro de 2014:

Depp foi violento com Amber Heard em Los Angeles e após o incidente, chamou-se de “selvagem” e “lunático” em mensagens de texto que foram lidas no tribunal.

Janeiro de 2015:

Enquanto o casal estava em Tóquio, no Japão, Heard afirmou que Depp a empurrou, deu um tapa e a agarrou pelos cabelos, antes de ficar de pé sobre ela e gritar enquanto ela estava no chão.

Início de março de 2015:

Em um dos incidentes mais chocantes, Depp é acusado de ter agredido repetidamente Heard em um ataque de fúria de três dias deixando-a como refém, na Austrália. Johnny é acusado de empurrá-la contra uma mesa de pingue-pongue, sufocando-a contra a geladeira e estrangulando-a. Neste mesmo incidente, o ator arrancou a ponta de seu dedo e, enquanto lesionado, usou seu sangue para escrever mensagens no espelho da casa que o então casal ocupava.

Final de Março de 2015:

Heard disse que Depp estava “enfurecido” e tentou empurrar sua irmã Whitney, antes de arrancar os seus cabelos e destruir a cobertura que o casal dividia em Los Angeles.

Agosto de 2015:

Enquanto estava em lua-de-mel no trem ‘Expresso do Oriente’, no sudeste da Ásia, Heard alegou que Depp “a empurrou contra uma parede e a segurou pela garganta sufocando-a, fazendo-a temer pela sua própria vida.”

Novembro de 2015:

Em Los Angeles, Depp rasgou a camisa de Heard e “jogou-a pela sala”, jogando também um copo de vinho e uma “jarra pesada de vidro” para ela, além de empurrá-la sobre uma cadeira que a levou a bater a cabeça dela contra uma parede.

Dezembro de 2015:

Depp admitiu que deu um soco no rosto de Heard em sua cobertura em Los Angeles, mas no tribunal nesta semana afirmou que foi “acidental”.

Durante o suposto incidente, afirma-se que Depp jogou uma garrafa de vinho nela e arrancou grandes tufos de seus cabelos e sufocou-a enquanto gritava: “Eu vou te matar”.

Abril de 2016:

Depp chegou atrasado à festa de 30 anos de Heard, e uma briga aconteceu após a saída dos convidados. Alega-se que o ator jogou uma magnum de champanhe em sua então esposa.

Maio de 2016:

Depp teria chegado à cobertura do casal em Los Angeles “bêbado e drogado”, e jogou um celular iPhone no rosto de Heard.

Muitos destes incidentes estão descritos detalhadamente e traduzidos em posts antigos aqui no nosso site. x x x x

Artigo original: The Sun

Tradução e adaptação: Equipe Amber Heard Brasil.




Johnny Depp enrolou uma camiseta no pescoço de Amber Heard e a agrediu durante sua viagem de lua de mel no trem ‘Expresso do Oriente’.

A atriz de 34 anos relatou o incidente em um diário, que foi lido hoje, 14, no Supremo Tribunal de Londres.

O início do desabafo de Heard em seu diário dizia: ‘Ele me bateu inúmeras vezes.’

Amber também afirmou que Depp, de 57 anos, a enforcou com uma camiseta.

O casal ficou em uma cabine de luxo no trem em julho de 2015 para comemorar seu casamento – Mas é alegado que o romance foi rapidamente prejudicado pelo comportamento violento de Depp.

Amber também relata que a estrela de piratas do Caribe a atacou, bateu em seu rosto e a agarrou pela garganta. Ele a empurrou contra uma parede e rasgou sua camiseta.

A entrada do diário de Heard, detalhando o suposto ataque, foi lida na Suprema Corte de Londres. A atriz escreveu:

“Nossa briga foi terrível. J (Johnny) chegou a um momento com a camisa em volta do meu pescoço.” “Ele me bateu várias vezes. Nem sei como acabei com esse nó enorme e bastante irritante na parte de trás da minha cabeça.”

Na início do relato, Heard, 34 anos, se repreende por não ter conseguido “se manter firme” durante a briga. Ela escreveu: “Depois de três horas de sono e a briga terrível que tivemos na noite passada, nós dois somos zumbis ambulantes hoje.”

“Uma noite que terminou às 3h30 e foi brutalmente interrompida pela chegada iminente do trem à estação de Cingapura muito cedo nesta manhã.”

“Depois de três horas de sono, parecia uma ressaca ainda mais brutal do coração. A mágoa na noite passada foi particularmente ruim.”

“Eu odeio permitir isso, nunca usando isso como uma linha pela qual eu defendo minha posição.”

Depp admitiu anteriormente que discutiram no trem no sudeste da Ásia, mas ele nega ter sido violento com Heard.

O segurança de Depp, Malcolm Connolly, negou que houvesse qualquer ataque de agressão durante viagem de trem. Ele disse: “Se ela tivesse sofrido algum ferimento, eu teria notado. Eu cuidei de Amber.” Entretanto,  Connolly admitiu que uma briga poderia ter ocorrido sem ele perceber.

A advogada do The Sun, Sasha Wass, perguntou onde Connolly estava durante a estadia no trem. Ele disse que estava a “três ou quatro portas” do casal. Wass disse: “Então, se uma briga tivesse acontecido às 3h30 da manhã, você acha que necessariamente saberia sobre isso?”

Ele disse: “Eu nunca saberia disso”.

Tradução: Equipe Amber Heard Brasil.

Artigo original: The Sun




Na manhã desta quarta-feira, 08, aconteceu o segundo dia de tribunal do julgamento do caso de difamação de Johnny Depp contra o The Sun. Depp está processando o jornal por chamá-lo de “espancador de esposa” em um artigo de 2018, negando “veementemente” a violência contra a atriz Amber Heard.

Neste segundo dia, foram apresentados à corte novas evidencias da personalidade conturbada do ator quando estava sob a influencia de drogas e álcool.

Depp, 57, tentou inicialmente afirmar que não estava bêbado ou chapado no voo de Boston para Los Angeles em 2014. Mais tarde, porém, ele pediu desculpas ao juiz quando lhe foi mostrado uma mensagem de texto que ele havia enviado logo depois, no qual detalhava as substâncias que tomava. A Alta Corte de Londres soube que ele ficou furioso depois de descobrir que Amber Heard seria o “interesse amoroso” de James Franco no filme The Adderall Diaries.

Sasha Wass QC, do The Sun, disse a Depp: “Você estava insinuando uma briga. Você estava gritando obscenidades para Srta. Heard sobre James Franco no avião. Ela disse que Depp gritou suposições selvagens sobre a Srta. Heard “estar sendo f*dida no set” pelo Sr. Franco.

Depp negou que tivesse feito isso em um avião com seus assistentes, dois pilotos e uma aeromoça presente, o ator disse: “Não concordo com tudo o que você está dizendo.” e acrescentou: “Este é um trecho de sua imaginação [da Srta. Heard].”

Wass continuou: “A Srta. Heard mudou de lugar em mais de uma ocasião para se afastar de você. Você jogou cubos de gelo nela e chutou uma cadeira com tanta força que girou e bateu nela. Você estava furioso, exigindo saber o quanto ela gostava de sair com James Franco e estava com tanta raiva que você deu um tapa na cara dela na frente de todo mundo. Você a chamou de ‘p*ta insistente’ e de ‘prostituta’. Quando ela se afastou, você gritou: ‘Você está se afastando de mim?’ E a chutou nas costas. Você estava furioso como um monstro. Você acabou indo ao banheiro no avião e desmaiou.”

Depp negou isso, dizendo que não estava bêbado ou drogado – e afirmou que Heard era a agressora. Ele disse: “Enquanto a Srta. Heard estava me repreendendo, gritando comigo, levantei-me e fui ao banheiro. Peguei um travesseiro do sofá e dormi no chão do banheiro. Já fiz isso em algumas ocasiões.”

O tribunal ouviu a gravação de um longo e barulhento uivo. Wass afirmou que era a voz de Depp depois que ele ficou “excessivamente bêbado e drogado” no voo. Depp disse: “Se sou eu, definitivamente estava lidando com um problema. Acho difícil reconhecer isso como eu. Eu diria que parece um animal com dor. Wass disse: “Sim, mas você é esse animal. Se você estava com dor, era por causa do seu consumo de drogas e álcool naquele avião. A verdade é que você não se lembra de seu comportamento monstruoso naquele avião.”

Wass apresentou a Depp um texto que mais tarde ele enviou ao ator britânico Paul Bettany. Nele, Depp escreveu: “Vou parar de verdade a coisa da bebida, querido. Bebi a noite toda antes de eu pegar Amber para voar para Los Angeles no domingo passado. Feio, cara. Sem comida por dias, pós, meia garrafa de uísque, mil Red Bull e vodkas, pílulas, 2 garrafas de champers no avião e o que você ganha? Um índio zangado e agressivo apagando e gritando obscenidades, insultando qualquer pessoa que se aproximasse. Acabou. É certo que estou com muita merda na cabeça para descontar minha raiva em quem eu amo. Eu sou velho demais para ser esse cara. Mas pílulas tudo bem!

Ele imediatamente se desculpou, dizendo ao juiz: “Claramente cometi um erro. Peço desculpas, falei incorretamente sobre esta situação. Perguntado se ele agora aceitava que tinha bebido em excesso no avião, ele disse: “Sim”. Ele continuou: “Não me lembro se estava usando cocaína, mas de acordo com essa mensagem parece que não estava fora de questão de forma alguma. É muito provável que eu estivesse tomando pílulas, álcool, cocaína, maconha e, porque não havia me desintoxicado do Roxycodone, eu também estava nisso. Eu posso ter feito coisas das quais não tenho memória. Mas [meus assistentes pessoais] estavam lá e não teriam deixado nada acontecer com Amber. Eu não sou uma pessoa violenta, principalmente com mulheres. Chutar uma mulher pelas costas é um ato horrível e condenador. Se alguém chutasse uma mulher pelas costas, eu o chamaria de doente, animal selvagem, desagradável ​​- é uma das coisas mais repugnantes que alguém já me acusou.”

Ao deixar o banco de testemunhas, Depp juntou as mãos como se estivesse rezando. Ele disse ao juiz: “Mais uma vez, minhas desculpas por deturpar uma situação. Eu não estava totalmente ciente da coisa toda, então me perdoe.”

Depp disse que Heard havia dito a ele “muitas coisas negativas” sobre Franco depois de estrelar com ele em Pineapple Express. Ele disse ao tribunal: “Fiquei chocado por ela estar subitamente tão amigável e feliz com ele. Ela me disse que ele já havia tentado beijá-la e fez avanços sexuais em sua direção. Ela disse que ele era um idiota e um estuprador.”

Depp também foi acusado de outros casos de abuso. Dizem que Depp bateu em Heard em 2013 repetidamente sob uma pintura de sua ex Tasya Van Ree. Wass disse que Depp a atingiu “com tanta força que o sangue de seu lábio acabou na parede”. Ao juiz foi mostrada uma foto tirada pela Sra. Heard de uma contusão no braço, supostamente causada por Depp.

A picture of Amber's bruised arm shown to the court
Nova imagem mostrada no tribunal de Amber com seu braço machucado.



Ele disse: “Eu não bati na Srta. Heard e nunca bati nela.” Perguntado se ele era uma pessoa ciumenta, ele respondeu: “Eu sou sim.” Depp também negou ter atacado a Srta. Heard em uma casa móvel em Hicksville, que supostamente foi lixeira.

Outro acontecimento apresentado na corte foi Depp segurando a cachorrinha de Amber, Pistol, pela janela de um carro em movimento. Dizem que ele fez “barulhos uivantes” enquanto viajava no carro com Heard, sua irmã Whitney, motorista e assistente Nathan Holmes.

Sasha Wass, QC, disse: “Quando você estava no carro, estava fumando, abriu a janela e ficou nervoso e agressivo, como se estivesse naquele clipe que vimos ontem – o lado monstro de seu personagem. E você pegou Pistol e a segurou pela janela e começou a fazer barulhos uivantes.”

O ator respondeu: “Posso dizer que é uma imagem muito cativante, mas é absoluta falsidade absoluta, é fraudulenta.”

Wass então sugeriu que Depp achava isso engraçado, ao que ele respondeu: “Não, senhora, não acho divertido pendurar um animal, um pequeno cão indefeso que pesa três quilos da janela é divertido.”

Dizem que Depp mais tarde “riu” de uma “piada” sobre colocar o cão no microondas. Ele disse: “Eu não diria que fui o inventor dessa piada em particular e também não fui o único que trouxe algo assim a tona.”

O ator também foi interrogado durante suas provas sobre um incidente em que o pequeno cão “comeu um pouco de haxixe, alguns cannabis – bastante.”

Depp admitiu: “O filhote pegou uma bolinha de haxixe e a comeu antes que eu pudesse pegá-la.”

Ontem, Depp foi acusado de colocar sua “raiva e frustração” em Heard, 34, quando “falhou em controlar” seu abuso de drogas e álcool. Ele “mergulhou em comportamento fisicamente destrutivo” – fazendo com que ele se referisse à sua “personalidade bêbada e violenta como ‘o monstro'”, como já foi dito.

Foi apresentado também, um longo e-mail de 2013 de Heard para Depp, mas nunca enviado, descreveu sua vida como um “como uma festa de banho de sangue”. Confira o e-mail traduzido:

Eu não sei mais se consigo fazer isso. É como o Dr. Jekyll e o Sr. Hyde. Metade de você, eu amo. Loucamente. A outra metade me assusta. Eu não aguento ele. Eu gostaria de poder, mas não posso.

O problema é que nunca entendo/sei realmente com quem estou lidando até que seja tarde demais. A bebida me garante que estou lidando com o monstro. O abusado e assustado menino violento e inseguro. Eu simplesmente não sei dizer onde a linha começa.

Além disso, as drogas parecem garantir que eu também serei obrigada a lidar com o monstro. Mais uma vez, é saber o que / quanto / e quando – o que faz toda a diferença. Às vezes a ressaca, na manhã seguinte, é tão ruim quanto a discoteca completa de banho de sangue que eu já esperava. Você vive em um mundo cheio de facilitadores. Você corta e se ressente (percebendo ou não) todo mundo que não é um facilitador. Eu posso fazer uma distinção clara sobre quem se enquadra em qual categoria com total facilidade. A frequência com que você os vê e qual o papel que eles desempenham no seu dia-a-dia distingue onde eles caem na escala facilitadora.

Eu assisti ontem enquanto todos ao seu redor te pegavam do chão, te seguravam. Te pegando para você continuar a vida. Impedi-lo de realmente cair. Com tanta ajuda, é claro que você não sabe o quanto isso machuca você e a sua vida. Porque você paga as pessoas ao seu redor para impedir que seus pés cheguem ao fundo do poço, como eles dizem. Ontem, eu vi você desmaiar, no meio de vômito, três vezes. Todas as três vezes Jerry o carregou do chão.

No avião, Nathan mencionou quantas vezes ele teve que arrombar portas trancadas para te acordar, depois de você desmaiar no banheiro. Você teria se envergonhado inúmeras vezes se alguém fosse honesto o suficiente com você para lhe dizer. Mostrar para você.

Se alguém o filmasse enquanto você estava nesse estado, ficaria mortificado. É embaraçoso ver isso acontecer. Você não pode saber porque as pessoas (amigos?) Continuam sorrindo para o seu rosto e depois virando a cabeça e revirando os olhos para ver como elas parecem e se sentem ridículas ao pegar um homem adulto no meio do próprio mijo e vômito, sabendo que ele nunca vai ser capaz de perceber o quão ruim ele parece.

Pílulas para ressaca não são muito melhores. Você é mau e insensível.

Não tenho motivo para ficar com você. E eu não vou. Você não me paga. Não preciso mentir para você pelo meu trabalho, meios de subsistência ou filhos. Eu nunca vou querer me amarrar a você. Percebo que minha liberdade é agora a única coisa que tenho para me proteger. Eu nunca vou confiar em você para me prender. Eu mesma assisti você desmaiar no chão depois de beber tanto que passou mal. Uma dessas vezes você se cortou tanto que precisou de pontos. Você diz coisas que não quer dizer. Você é impossível argumentar com. Então todo mundo te aplaude. Mente para você. Pior ainda, você mente para si mesmo. E você acredita nisso.

Você tem tantas pessoas que dizem ‘sim’ ao seu redor constantemente protegendo você de si mesmo e da verdade. Eles acham que olhar para você de uma maneira decepcionada é a verdade? Ah, não admira que não funcione. Se eles deixassem você, no chão em sua própria merda, trancado no banheiro enquanto você faltava no trabalho – então talvez você aprendesse de verdade. Aprenda a cuidar de si mesmo.

Você acha que é tão forte, grande autodestrutor do tipo ‘eu não dou a mínima para essa merda?!’ Mentira. Se você realmente não se importasse, não haveria tantas pessoas lá para cuidar de você. Você apenas deixa que eles façam todo o trabalho duro enquanto você foge de seus problemas incapaz de suportar a dor.

Um homem tão grande que nem você precisa de seus assistentes pagos e familiares para carregar e limpar a sua casa. Um homem de verdade não precisa ser tratado como um bebê. O que vi ontem à noite foi uma criança.

Você me fez sentir, no começo, segura. Como se você pudesse cuidar de mim. Como se eu pudesse ter uma família com você. Você me fez sentir como se fosse um homem de verdade – isso era apenas metade de você.

O que vi ontem, e muitas outras vezes, foi uma criança/homem carente. Eu assisto como outros homens adultos têm que te limpar, basicamente. E você obtém o benefício conveniente de nunca ter que se lembrar disso. Isso é bom. Para você. Então você se safa de tantas mentiras que se diz.

Você realmente se engana a pensar nas mentiras mais loucas quando está ferrado e porque está tão acostumado com as pessoas que NÃO te chamarem atenção pelas suas merdas (elas trabalham para você – olá) que você realmente acredita na sua mentira. (Precisa de uma referência, que tal quando você realmente pensou que eu tinha batido em você primeiro. Ou que eu estava escondendo drogas – a lista continua).

Admita as suas próprias merdas primeiro.

Muitas vezes você me machucou. Fisicamente e emocionalmente pelas coisas que você dizia e fazia enquanto estragava tudo. O monstro sai e você se torna malvado e horrível. O oposto do porque eu te amo.

E o que devo fazer? Como você se sentiria se estivesse apaixonado por uma pessoa que, na realidade, eram duas? Você, o amor da minha vida, e o monstro parecem iguais. O quão f*didamente confusa eu me sinto.

Eu estou brava. Tão brava.

Como você se sentiria se te vendessem produtos falsos? Eu me apaixonei por você enquanto você estava sóbrio. Um ano inteiro. Como eu poderia saber que isso estava reservado para mim? Como você se atreve a fazer eu me apaixonar, por esse outro ser – sua boa metade – apenas para arrancar a máscara quando eu estiver dentro?!

Eu me sinto o maior idiota do mundo.

Eu aguentei muito. Eu limpei a merda, o vômito e a merda, literalmente e figurativamente. Fui acusada de coisas malucas – nada disso eu merecia – apenas para nunca ouvir um pedido de desculpas pelo seu zelo alimentado por bebidas.

“Você me bateu repetidamente. Algo que você Nunca deveria ter feito. Que p*rra de homem você é.

E nada disso seria possível sem a bebida e as drogas. NADA.”

Tradução e adaptação: Equipe Amber Heard Brasil




Na manhã desta terça-feira, 07, aconteceu o primeiro dia do julgamento do caso de difamação de Johnny Depp contra o jornal britânico The Sun, no qual Amber Heard compareceu (confira imagens aqui) e será uma das testemunhas.

O julgamento em andamento deveria ter começado em março, mas teve que ser adiado devido à pandemia de coronavírus. Também foi quase descartado na semana passada, depois que o juiz Nicol decidiu que o ator violou uma ordem judicial ao não revelar possíveis evidências – mensagens de texto relacionadas ao seu uso de drogas.

Depp e Heard ficaram cara a cara ontem na corte de Londres, onde Depp, 57, está processando o jornal The Sun por se referir a ele como um “espancador de esposas” em um artigo de abril de 2018.

Amber Heard chegou ao Supremo Tribunal de mãos dadas com sua irmã Whitney e advogada Jennifer Robinson, também acompanhada de sua namorada Bianca Butti. Johnny Depp e sua equipe tentaram impedir Amber de comparacer ao tribunal e testemunhar, mas como visto falharam, o julgamento está previsto para durar três semanas.

Ao abrir o caso, Sasha Wass, QC, representando o The Sun, disse: “Os réus demonstrarão que a descrição do Sr. Depp como um ‘espancador de esposas’ é totalmente precisa e verdadeira. Eles mostrarão que a série de artigos está correta – ou seja, que o requerente espancou sua esposa, Amber Heard, causando-lhe um ferimento significativo e, ocasionalmente, levando-a a temer por sua vida. Essa defesa é apoiada por depoimentos de testemunhas, evidências médicas, fotografias, vídeo, gravações de áudio, evidências digitais e textos do próprio Depp”

A advogada descreveu Heard como uma “mulher inteligente e independente que desenvolveu sua própria carreira como atriz.” Mas ela disse que isso “deu origem a uma série de conflitos” entre os dois, enquanto Depp procurava “controlar” a vida social e as escolhas de carreira de Heard.

Ela acrescentou: “Esses conflitos se manifestaram em discussões em que Depp se tornou abusivo e agressivamente ciumento, às vezes acusando falsamente a Srta. Heard de ter relações sexuais com seus colegas de elenco. As discussões não foram fáceis devido a diferença de gerações entre a Srta. Heard e o Sr. Depp, que alimentou a insegurança de Depp. Isso exacerbou sua dependência bem documentada e o abuso excessivo de álcool e drogas controladas, que remontam à época de Depp quando jovem.”

Disseram ao tribunal que Heard havia apoiado as tentativas de Depp de “deixar seus vícios,” mas se ele falhasse ele “viraria sua raiva e frustração para a Srta. Heard, repreendendo-a e lançando uma variedade de acusações vis, cruéis e irracionais.”

Wass acrescentou: “Nessas ocasiões, a agressão de Depp geralmente se transforma em um comportamento fisicamente destrutivo, incluindo o uso de violência contra ela. O comportamento de ‘espancar a esposa’ incluía atirar objetos nela, dar-lhe um tapa no rosto, chutá-la, agarrá-la pela garganta e ameaçar matá-la. Em períodos de sobriedade após as fúria destrutiva de Depp, ele reconhecia os problemas que enfrentava, pedia desculpas à Srta. Heard e culpava o que descreveu como ‘sua doença’. Ele se referiu à sua personalidade bêbada e violenta como ‘o monstro’. Quando sóbrio, o Sr. Depp era capaz de bondade, charme e generosidade. O lado do personagem que ele descreveu como ‘o monstro’ era ciumento, controlador, violento e selvagem. São essas características que o qualificam para o termo ‘espancadora de esposa’

As filmagens gravadas por Heard foram mostradas na corte de Depp gritando “filh* da p*ta” enquanto ele chuta um armário.

Heard diz a ele “nem sequer estamos brigando, tudo o que fiz foi pedir desculpas,” fazendo Depp responder: “Aconteceu alguma coisa com você esta manhã? Acho que não.” O ator continua: “Você quer ver louco? Eu vou te dar a porr* de um louco.” Perguntaram para Depp se ele estava bêbado no momento do vídeo referindo a um “mega litro de vinho tinto” que ele parecia derramar durante o clipe. Wass disse: “[Não é] a escolha de todos no café da manhã“.

Mas a estrela disse que acreditava que havia sobrado da noite anterior e negou ter tomado cocaína porque é uma “impossibilidade física” que ele sempre seja “alto ou embriagado”. Depp admitiu gastar 23.834 libras por mês em vinho – mas afirmou que não bebia tudo sozinho.

O tribunal também ouviu que certa vez enviou um e-mail a Sir Elton John para celebrar 100 dias sóbrios – e se referia ao seu “cérebro e fígado parecidos com a sra. Thatcher“. Falando da “eterna selvageria contra mim mesmo“, Depp disse a Sir Elton: “Eu teria sido engolido pelo monstro se não fosse por você.” O tribunal também foi informado de que Depp enviou uma mensagem de texto onde ele se referia à ex e mãe de seus filhos, Vanessa Paradis, como um “pé no saco“.

Ele também a chamou de “ex-albatroz francês“, quando elogiou Heard no início de seu relacionamento. Depp disse ao tribunal em evidência que as acusações que ele submeteu a Heard de “tortura e outros abusos” eram “doentes” e “completamente falsas”.

Trechos das gravações feitas entre ele e Heard foram lidos hoje ao tribunal durante suas provas. Neles, Heard diz a Depp: “Você levou um tapa… mas eu não te dei um soco. Eu não te dei a p*rra de um soco. Eu te dei a p*rra de um tapa.” Heard passa a chamar Depp de “p*rra de um bebê” fazendo com que ele responda: “Porque você começa brigas físicas.” A atriz então continua: “Você é um bebê. Cresça c*cet*.

Depp admitiu várias coisas quando entrou no estande – incluindo como ele começou a usar drogas com apenas 11 anos. Ele também afirmou que tentou “todos os medicamentos conhecidos pelo homem” quando tinha 14 anos – incluindo LSD, cocaína e medicamentos prescritos.

As “mensagens sobre as drogas da Austrália” que foram enviados em 2015 antes do suposto ataque incluem menção a “pílulas felizes” e “coisas esbranquiçadas.” Depp negou o uso de drogas e alegou que Heard não encontrou uma sacola de MDMA no momento do ataque. Outros textos também foram previamente divulgados ao tribunal entre Depp e o ator britânico Paul Bettany. Um em 2013 disse: “Vamos queimar Amber. Vamos afogá-la antes de queimá-la !!! Depois f*do seu cadáver queimado para ter certeza de que ela está morta.

Depp admitiu hoje que “se envolveu em drogas” com a estrela de Vingadores, Bettany, quando perguntado durante o interrogatório se o ator era “um dos amigos de drogas de Depp.” ele disse: “Paul Bettany é um ator com quem trabalhei várias vezes, ele é um amigo e nós temos … sim, nós nos envolvemos em drogas juntos“. Depp então revelou ao tribunal que eles usaram Xanax e Adderall juntos, entre outras drogas.

Por boa parte do tribunal ter sido aberto ao público, outros detalhes importantes do ocorrido foram cobertos por repórteres como Nick Wallis, Poppy Wood e mais, reunimos mais alguns trechos importantes das coberturas online não citados acima.

  • Recebemos a declaração de abertura do Reclamante (o reclamante é Johnny Depp para ser mais claro!) Aqui estão alguns trechos: “Alegações da Srta Heard,
    11. Como alegações é difícil pensar em termos de abuso físico entre duas pessoas em um relacionamento que poderia ser mais extremo ou violento do que aqueles que a Srta. Heard fará contra o Sr. Depp neste Tribunal. Recentemente, a Srta. Heard levantou uma nova alegação de que ela até pediu para ser ouvida em particular por causa de sua natureza supostamente horrível, uma alegação que nunca foi levantada antes, nem publicado em nenhum lugar nos últimos quatro anos, desde que essa história foi divulgada em publicações e publicações, incluindo em qualquer um dos muitos depoimentos do Tribunal e outros documentos produzidos no litígio que foi conduzido desde o rompimento de seu relacionamento em 2016 ou, nesse caso, em qualquer comunicação contemporânea que tenha ocorrido entre o casal ou seus amigos. Lugar algum.
  • 12. No entanto, mesmo aqueles que a Srta. Heard se contenta em ser ouvida em tribunal aberto são extremos o suficiente por si mesmos. Eles incluem atos prolongados de violência, como repetidos socos e tapas, sendo agarrada pela a garganta, sendo arrastada pelo chão pelos cabelos, tendo um lábio socado com tanta força que espirrava sangue na parede, um nariz quebrado e assim por diante; violência que a levou a temer pela sua vida, ela diz. Na Austrália, em 2015, ela ainda alega ter sido submetida a uma “situação de refém por três dias” envolvendo um catálogo de brutalidade, que terminou, criticamente, com Depp tendo uma parte do dedo cortada e exigindo ser hospitalizado, mas nenhuma atenção médica está sendo procurada pela Srta. Heard (apesar do médico estar em cena ou por perto). Terei mais a dizer sobre isso mais tarde.
  • 14. Enquanto o Sr. Depp nega as alegações de violência, a Srta. Heard não pode negar esses atos por vontade própria. Não é apenas que ela escolheu não terminar as coisas com o Sr. Depp, apesar de sua alegada violência desde o início, ela optou por morar com ele, noivar com ele e depois se casar com ele (algo que ele não havia feito em nenhum relacionamento anterior) com todo o conhecimento por parte dela, de como ele supostamente era e qual seria a natureza do relacionamento deles e continuava sendo.
  • S está falando de uma gravação de Amber Heard de Dezembro de 2015.
    Pergunta para JD – Sasha: você sabe o que é essa gravação?
    Johnny Depp: Um…
    S: Eu vou te dizer. É chamado de argumento 2
    JD: Ah sim…
    S: Então Amber Heard disse que as gravações também eram uma ferramenta para ajudar a lembrar JD como ele era com drogas e álcool, pois ele muitas vezes não se lembrava.
    S: essa é a sua lembrança?
    JD: Não
    S: Com suas próprias palavras, você poderia me dizer o que entendeu nas gravações?
    QC (Sasha) o leva a um artigo sobre ele supostamente destruindo um quarto de hotel em Nova York com 31 anos. Ele foi acusado de estar embriagado, mas sem motivo conhecido. Alegadamente, fez um acordo com o hotel para pagar quase US $ 10.000
    QC: você estava intoxicado?
    JD: Não
    QC: Você estava drogado?
    JD: Não
    QC: Você fez algum dano?
    JD: Eu fiz alguns danos
    QC: Alguns danos não chegam a quase US $10.000
    JD: Bem, essa foi a conta que me foi dada. foi há muito tempo.. eu deslizei um sofá pela sala
    CQ: Isso não causaria nenhum dano
    JD: Eu meio que deslizei … eu não rasguei as coisas..
    QC: Segunda vez que você foi preso
    JD: Sim
    QC: Por fazer algo violento
    JD: Sim
    QC: Causando 10K de dano? Isso é muito dinheiro para algumas pessoas, talvez não para você …
    JD: É muito dinheiro
    QC: Por que você fez isso?
    JD: Foi o ápice de um tempo desagradável
    QC: Você achou difícil controlar sua raiva nesta ocasião?
    JD: Naquela ocasião eu escolhi expressar minha raiva
    QC: Você se expressou através de comportamento destrutivo
    JD: As vezes tenho isso na minha vida
    QC: O motivo pelo qual estou fazendo todas essas perguntas é que estou sugerindo que, quando você estiver com raiva, se expresse com comportamento violento – você entende?
    JD: Eu entendo
    QC: Ok, vamos lá quando você fez Medo e Delírio em Las Vegas …
    (QC está falando sobre a ligação romântica que JD teve com a senhorita Barkin. Ela declarou que ele era carinhoso e gentil e bêbado na maior parte do tempo)
    QC: Ela foi questionada sobre substâncias ilegais – Barkin diz que alucinógenos, o que isso poderia ser?
    JD: LSD, cogumelos …
    QC: Ela está certa sobre isso?
    JD: Não
    CQ: Cocaína?
    JD: Não, não naquele momento
    QC: Maconha
    JD: Ocasionalmente …
    QC: Quase nenhuma droga …
    QC: Por que a Sra. Barkin mentiria?
    JD: Você está me pedindo para especular?
    QC: Não, estou perguntando se ela está mentindo. Vocês se separaram em bons termos…
    JD: Não, nós não
    QC: Você está dizendo que ela tinha um motivo maligno porque não se separaram de uma boa maneira?
    QC: Barkin diz que não consegue se lembrar do motivo da briga. Srta. Barkin está descrevendo um incidente quando você jogou uma garrafa. Não a atingiu. Houve uma briga entre você e seus amigos/assistentes. Ela diz que ninguém fez nada depois disso.
    QC: É um resumo justo?
    JD: Sim
    CQ: Essa é uma característica dos seus assistentes. Eles nunca interferem, nunca lidam com o seu mau comportamento, eles simplesmente lidam com a bagunça que você faz.
    JD: Isso está incorreto
    QC: Algum deles o repreendeu sobre seu comportamento… durante o tempo em que você estava com a Srta. B?
    JD: Repreensão é uma palavra muito forte. Não penso nessas pessoas como funcionários, são amigos, são mais parecidos com a família, nunca deixariam de me abordar se tivessem preocupações sobre algum assunto (…)
    [O juiz quer clareza sobre isso] Juiz: Algum de seus assistentes já teve problemas com seu comportamento?
    JD: Sim, eles discutiram sobre vários assuntos, mas não é um curativo, é mais a ver, por exemplo, se eu estava passando por um período em que senti que era necessário
    QC: Bem, vamos falar do que ela diz sobre o incidente – “Sempre há um ar de violência sobre ele. Ele grita – sempre há muitos gritos.” – Ela foi perguntada sobre quem você grita e diz “as pessoas que trabalham para você, pessoas que funcionam com uma capacidade menor para você.”
    QC: Ela então diz que você está com ciúmes. Você é ciumento?
    JD: Onde é dito ciúmes?
    QC: [lido em voz alta] “ele é apenas um homem ciumento, controlador – para onde você vai, com quem está indo, para onde você foi ontem à noite?”
    [dá um exemplo de um arranhão nas costas da Sra. B, que ele aparentemente ficou muito zangado porque, de acordo com a Sra. B JD, pensou que tinha dormido com outra pessoa.]
    QC então a conta que ela dá é alguém que está com raiva, toma muito álcool e drogas, lança um míssil em uma ocasião e alguém que está controlando muito e ciumento e alguém cujos assistentes não intervêm.
    QC: O que você diz disso?
    JD: Falso. E eu diria a descrição de mim na p20 na linha 14, onde ela diz que eu nunca gritei com ela e apenas gritei com meus assistentes, posso jurar que essa é a mais distante descrição de mim e das pessoas com quem trabalho. Nunca pensaria em alguém como menor que eu. Fazer um filme é um esforço colaborativo que não acredito na ideia de estrelas e fama e tudo mais. Acredito que se você falar com alguém com quem trabalhei ao lado da Sra. B, que claramente guarda rancor e falando em nome da Srta. Heard.
    QC diz que ela foi intimada. Barkin apresentou um depoimento ao tribunal.
    QC: Você diz que ela guarda rancor.
    JD: Eu diria que é bem claro
    QC está falando sobre o final dos anos 90, está dando um depoimento quase 20 anos depois.
    QC: Ela está carregando uma rancor por muito, muito tempo, ou ela está dizendo a verdade.
    JD: Eu diria que ela está ressentida por muito, muito tempo
    [o assunto é encerrado]
  • Chegamos a uma reportagem de jornal do final dos anos 90, que alega perseguições de fotógrafos por JD com um pedaço de madeira do lado de fora de um restaurante. JD é preso. Alegou ter disparado e começou a gritar obscenidades quando os paparazzis se aproximaram dele. “Eu não queria que eles usassem algo tão sagrado para o benefício deles. (Se referindo a gravidez da Vanessa)”
    QC: Eles queriam uma foto de vocês dois em um local público e você nos disse que viu isso como uma invasão de sua privacidade. Isso foi proporcional?
    O juiz intervém para dizer que se trata de um pedaço de madeira.
    QC: Você tinha um pedaço de madeira na mão?
    JD: Sim
    QC: Como você conseguiu?
    JD: No chão, havia uma tábua de madeira no compartimento de carga com cerca de 15″ de comprimento. Eram cerca de 15 paparazzi na porta do compartimento de carga, peguei a madeira e, quando eles entraram, bati em um deles com ela.
    QC: Então você agrediu alguém?
    JD: Eu bati na mão – havia cerca de 14 ou 15 deles
    QC: Isso é um ataque, a menos que seja em legítima defesa
  • No tribunal, Depp admitiu que nunca assistiu nenhum filme de Heard
    A defesa traz a torna uma citação de Depp ridicularizando Heard “atriz de merd* e sua maldita ambição
    Ele diz ao tribunal: “Se você não quer ser objetificado, na minha opinião, deve-se manter as armas e não usar certas coisas nas estreias que são reveladoras







layout desenvolvido por lannie d. - Amber Heard Brasil