Seja bem-vindo ao Amber Heard Brasil, sua melhor fonte sobre a atriz Amber Heard. Aqui você encontra notícias, fotos, vídeos, além do melhor conteúdo sobre a Amber.Esperamos que você goste e volte sempre! O Amber Heard Brasil é um fã site mantido por fãs com o objetivo de informar os demais. Nós não somos e não temos qualquer contato com a mesma. É proibido a cópia parcial ou imparcial deste site.

Na noite de terça-feira, 9, Amber Heard compareceu ao “Porter’s Third Annual Incredible Women Gala” que aconteceu em Los Angeles, Califórnia. O evento celebrou um ano dos movimentos “#MeToo” e “Time’s Up“.
Heard leu um trecho de uma carta que fez para a Porter Magazine, falando sobre violência doméstica e abuso. Confira a tradução.

Numa noite em que as mulheres de Hollywood se reuniram para comemorar um ano desde que o movimento #MeToo abalou a indústria do entretenimento, Amber Heard compartilhou uma carta aberta sobre “alguns dos momentos mais dolorosos e difíceis da minha vida”.

Na festa Incredible Women, realizada nesta terça-feira pela revista Porter, Heard leu em voz alta uma carta aberta que escreveu para a publicação em dezembro de 2016, pouco depois de pedir o divórcio do ex-marido Johnny Depp. Heard alegou que o ator havia abusado fisicamente e emocionalmente dela. Ela doou todo o dinheiro do seu acordo de divórcio para instituições contra violência doméstica e caridade para crianças.

Antes de ler a carta, ela disse à multidão que escreveu para suas “irmãs silenciosas” porque “na época, minha voz estava sozinha, era uma que certamente parecia sozinha. E a Porter Magazine publicou esta carta aberta quando talvez fosse mais difícil, e por essa razão me sinto honrada por estar aqui compartilhando este espaço com tantas mulheres valentes e poderosas, e eu só queria ter um momento para dizer o quanto eu aprecio isso. Também, o quão relevantes são essas palavras hoje, dois anos e meio depois.”

Na carta, Heard escreveu: “Vamos começar com a verdade, a verdade dura e fria. Quando uma mulher se apresentar para falar sobre seu sofrimento, sobre a injustiça, em vez de ajuda, respeito e apoio, ela será recebida com hostilidade, ceticismo e vergonha. Seus motivos serão questionados e sua verdade será ignorada. Não importa quão terrível e aterrorizante possa ser sobreviver a um trauma, a verdade é que pode empalidecer em comparação com o que acontece depois.”

“Não é de se admirar que muitas de nós sintam que devemos nos manter caladas, ignorar nossa própria segurança para tentar manter nossa dignidade ao resistir silenciosamente. O medo de ser banida por sua comunidade é apenas a perspectiva mais aterrorizante que existe ”, continua ela. “Mas eu estou aqui para lhes dizer que não há necessidade de fazer essa terrível escolha. Não é fácil levantar a voz, defender você e a sua verdade e fazer isso sozinha, mas nosso mundo está mudando. Em pé, ombro a ombro, como mulheres, compreendemos um vasto exército de vozes e não podemos mais aceitar em silêncio.”
Heard foi uma das inúmeras mulheres que tiraram seus saltos durante a apresentação como uma declaração de solidariedade. Minnie Driver, que foi a apresentadora da noite, começou a tendência no início da noite quando anunciou “Acho que vou tirar a m*rda dos meus sapatos. Somos todas garotas, exceto Aaron [Taylor-Johnson, que estava presente]. Eu apenas os usei para as fotos.” Tiffany Haddish e Sam Taylor-Johnson depois seguiram o exemplo, tirando os sapatos e colocando-os em cima do pódio enquanto falavam.

O evento, organizado pelo editor-chefe da Porter, Lucy Yeomans, e pela presidente da Universal Pictures, Donna Langley, comemorou o tema “One Year Stronger” desde o início dos movimentos #MeToo e Time’s Up, com mulheres e homens lendo discursos, poemas e declarações de mulheres inspiradoras ao longo da história. Charlize Theron, Mahershala Ali, Ellen Pompeo, Anna Kendrick, Alison Brie , Kate Beckinsale, Annie Lennox e Busy Philipps todos participaram das apresentações, que incluíram materiais de Meryl Streep ao presidente Barack Obama. O dinheiro arrecadado da noite foi para apoiar a Vital Voices, uma organização sem fins lucrativos bipartidária para os direitos e capacitação das mulheres.
O evento das Mulheres Incríveis, realizado no Ebell de Los Angeles, marcou o terceiro evento anual de Porter.

Tradução e adaptação: Equipe Amber Heard Brasil.
Fonte: Variety Today.

A terça-feira (9) foi agitada para Amber Heard. A atriz, assim que deixou o AMAs, compareceu a outro evento, o “Porter’s Third Annual Incredible Women Gala“, que também aconteceu em Los Angeles. No palco, Amber Heard deu um discurso e leu um trecho de uma carta que fez relatando sobre o abuso que sofreu de seu ex-esposo, que você pode ler traduzida aqui.

Heard, 32, esbanjou beleza em um terno da grife de alta costura Yves Saint Laurent, um scarpin da mesma marca. Estilizada por Karla Welch, maquiagem por Mèlanie Inglessis, penteado por Adir Abergel, jóias por Beladora Jewelry e Messika Jewelry Paris.

Confira mais fotos do evento:

Red Carpet: 
AHBR1~47.jpgAHBR3~49.jpgAHBR10~48.jpgAHBR32~14.jpg

Amber Heard compareceu na noite de ontem, 9, a premiação musical American Music Awards (AMAs) que aconteceu no Microsoft Theatre em Los Angeles, CA. A atriz foi convidada para apresentar ‘um momento do youtube‘, a apresentação da banda Twenty One Pilots.
Heard, que esbanjou beleza em um vestido todo trabalhado no brilho e detalhes dourados da grife de alta costura Ralph n Russo, teve a ajuda de sua Glam Team para ir deslumbrante ao evento. Estilizada por Karla Welch, maquiagem por Mèlanie Inglessis, penteado por Adir Abergel, jóias por Beladora Jewelry e Messika Jewelry Paris, sapatos Christian Louboutin.

Confira as fotos do evento nas miniaturas, e em nossa galeria.

Red Carpet: 
AHBR1~44.jpgAHBR13~39.jpgAHBR28~21.jpgAHBR58~10.jpg

Palco: 
AHBR28~19.jpgAHBR6~35.jpgAHBR4~42.jpgAHBR12~42.jpg

Os dias tem sido agitados para Amber Heard no Festival de Cinema de Toronto (TIFF). A atriz de 32 anos compareceu a eventos de divulgação, entrevistas e também a tão esperada première de ‘Her Smell‘, produção de Alex Ross, que aconteceu no domingo, 9. O elenco também conta com nomes como Elizabeth Moss, Cara Delevingne e Ashley Benson!
Heard, que foi estilizada por Karla Welch, usou um vestido da grife The Row com joias Anita Ko. Maquiagem por Katey Denno e cabelo por Anh Co Tran.

Confira mais fotos do evento.

Red Carpet: 
AHBR13~25.jpgAHBR7~21.jpgAHBR9~19.jpgAHBR23~14.jpg

After-party: 
AHBR1~27.jpgAHBR3~29.jpgAHBR5~24.jpgAHBR8~22.jpg

Nesta segunda-feira, 07, aconteceu em Nova Iorque o ‘Metropolitan Museum of Art Costume Institute Benefit’, conhecido como Met Gala. O tema proposto para este ano de 2018 foi “Heavenly Bodies: Fashion and the Catholic Imagination”. (“Corpos Sagrados: Moda e A Imaginação Católica”, em tradução livre), foi seguido pela atriz Amber Heard, que esbanjou beleza no tapete vermelho. Heard usou um vestido da grife de luxo de alta-costura Carolina Herrera, sandálias Brian Atwood, jóias Jennifer Meyer, Dean Davidson, Beladora Jewelry, clutch Tyler Ellis e coroa H.CROWNE. Seu look foi montado pelo seu #GlamTeam, composto pela maquiadora Mèlanie Inglessis, cabeleireiro Robert Vetica e stylist Karla Welch. Amber também compareceu à uma after-party do evento.

Confira mais fotos do evento:

Red Carpet:

Inside:

Na primeira semana deste mês de Abril, a atriz Amber Heard esteve na Jordânia juntamente de Todd Krim e seu amigo Rami Sarabi para participar de uma missão humanitária com a SAMS USA (Sirian American Medical Society – Sociedade Médica Sírio-Americana), uma organização sem fins lucrativos que oferece cuidados médicos e tratamentos a pessoas necessitadas na Síria e nos países vizinhos. No dia 3 de abril, Amber esteve no acampamento de refugiados Zaatari, onde teve a oportunidade de conhecer alguns sobreviventes. Heard também esteve em hospitais, e no dia 5 teve a oportunidade de conversar com a “The Associated Press” onde fez um relato de como estava sendo sua experiência com a SAMS.

Confira mais fotos e vídeos abaixo:

Acampamento Zaatari

Hospital:

The Associated Press:

2017 foi um ano de mudanças na vida de Amber Heard. A atriz passou um tempo morando longe da famosa Los Angeles, para dedicar-se as gravações do filme “Aquaman” que ocorreram na Austrália. Mudou-se em torno de março do mesmo ano, deixando assim sua casa e seus amigos para trás, para passar 8 meses em total função da rainha Mera. Ao retornar para Los Angeles – CA, no fim das gravações, Heard decidiu adquirir uma casa nova, e com isso, ganhando uma “colega de quarto”: sua melhor amiga de longa data Raquel Pennington, que divorciou-se do ex-marido recentemente. Ambas começaram a procura pela casa em torno do final de outubro/início de novembro, e fizeram um jantar de comemoração da nova casa em 04 de Dezembro de 2017. Elas chamam o lugar de #HeardingtonGardens. É ou não friendship goals?!

Aconteceu ontem (06), em Los Angeles o décimo primeiro Art Of Elysium HEAVEN Gala. Como de costume, Amber Heard marcou presença, e ao lado de sua irmã, Whitney Heard, posou para inúmeras fotos no black carpet.

Amber esbanjou beleza utilizando um brilhoso vestido da Georges Chakra, joias da Anita KO e maquiagem por Melanie Inglessis. Confiram todas as fotos e vídeos do evento:

Black Carpet:

Dentro do evento:

Mídia Social:

Vídeos:

Amber Heard está oficialmente em solo brasileiro! Em sua segunda passagem pelo país, a atriz está hospedada em um hotel de Copacabana, Rio de Janeiro, com Elon Musk e tudo indica que ambos passaram a virada de ano por aqui.

Em seu Instagram, Amber já divulgou fotos maravilhosas suas na sacada do hotel, confiram:

Em sua última visita, ela visitou Santa Teresa e o Cristo Redentor, é provável que esse ano faça o mesmo, ou ao menos vá a praia, entretanto não sabemos até quando ela irá ficar, sendo assim aos que puderem tentar conhece-la, boa sorte!

Amber desembarcou hoje cedo (15), em Sydney, Austrália para poder participar do evento GQ Men Of The Year. A atriz estava estonteante do red carpet, onde concedeu algumas entrevistas.

Durante a premiação, Amber Heard foi anunciada como A Mulher do Ano de 2017, em associação a Buglari. Brava e bonita, Heard tem sido uma defensora destemida dos direitos das mulheres, ajudando a redefinir o feminismo em uma era moderna. 2017 tem sido o ano mais ocupada de Amber, com Justice League e Aquaman. Ela passou os últimos sete meses gravando na Austrália, local onde sua vida teve uma grande reviravolta com o caso polemico com seus cachorros, mas apesar de tudo e após algum tempo passado, ela se apaixonou pelo país.

Tendo estrelado em comédias e dramas, Justice League apresentou a Amber uma nova oportunidade – a de sua estréia no mundo dos super-heróis. Mas, apesar de tudo isso e do fim de seu relacionamento com Johnny Depp, Heard continuou a fazer campanha pela justiça, encorajando outros a se abrirem e serem honestos sobre seus próprios problemas.

Uma defensora da igualdade das mulheres, Heard cimentou-se como uma modelo para homens e mulheres jovens e, não surpreendentemente, é nossa mulher GQ do Ano.

Ao aceitar seu prêmio em Sydney, o qual Heard brincou “isso é pelos meus cachorros?”, a atriz falou sobre sua sexualidade, e como o voto na igualdade de casamento a impactou. “Eu estava no avião [para Sydney na quarta de manhã] e o piloto falou no alto falante… e disse, “por sinal, nós acabamos de receber a notícia da apuração da votação”…e o avião inteiro bateu palmas. Todas as pessoas no avião bateram palmas.”

Lembrando de um tempo quando ser abertamente gay ou lésbica não era bem visto, Heard relembra de quando ela foi avisada sobre estar envolvida com outra mulher – e como aquilo ainda tem um impacto sobre ela até hoje.

“Eu lembro que, há 10 anos, eu fui segurar a mão da minha namorada e me disseram que era uma sentença de morte em Hollywood. Dez anos depois, um avião inteiro estava aplaudindo. Isso me comoveu – eu me sinto muito honrada e agradecida.”

Mulher do ano? Nós não poderíamos ter escolhido uma melhor.

Vídeo dela recebendo o prêmio:

 

No palco agradecendo pelo prêmio:

Portraits:

Red Carpet:

Midia Social:

No evento:

 

 

ATUALIZAÇÃO:

Vídeo da Amber recebendo seu prêmio:

Sendo entrevistada no red carpet: