Seja bem-vindo ao Amber Heard Brasil, a sua maior e melhor fonte brasileira sobre a atriz no Brasil. Aqui você encontrará informações sobre seus projetos, campanhas e muito mais, além de entrevistas traduzidas e uma galeria repleta de fotos. Somos um site sem fins lucrativos criado e mantido por fãs e não possui qualquer ligação com Amber Heard, sua família ou seus representantes. Todo o conteúdo original aqui apresentado pertence ao site a não ser que seja informado o contrário. Nenhuma violação de direitos autorais é pretendida, nós NÃO reivindicamos ou possuímos direito de propriedade sobre nenhuma das fotos em nossa galeria, as mesmas pertencem aos seus respectivos donos legítimos e estão sendo usadas de acordo com a Fair Use Law § 107.

As 14 vezes em que Amber Heard alegou ter sigo agredida por Johnny Depp – e todos deveriam acreditar.

Os atores se conheceram no set de gravações de ‘Diário de Um Jornalista Bêbado’ (The Rum Diary), e deram início ao seu relacionamento em 2012.

O tablóide The Sun fez um breve resumo de todos os incidentes de agressão durante relacionamento do casal, expostos por Heard desde 2016, quando a atriz entrou com um pedido de divórcio do casamento que durou 15 meses.

O Supremo Tribunal de Londres teve acesso a mais provas das agressões nesta semana.

No início de 2013:

Heard afirmou que Depp a agrediu pela primeira vez quando eles estavam em Los Angeles depois que ela deu risada de sua tatuagem. A atriz alegou que o marido lhe deu um tapa três vezes depois que ela riu da tatuagem dele, que originalmente dizia “Winona Forever” em homenagem a sua ex-namorada, Winona Ryder, que foi alterada para “Wino Forever” depois da separação. Ele aparentemente se desculpou e culpou “o monstro”.

Março de 2013.

Depp supostamente bateu em Amber por conta de um quadro que Heard ganhou de sua ex-parceira Tasya Van Ree. Alega-se que ele a atingiu “com tanta força que o sangue do lábio dela acabou na parede” e que ele tentou incendiar a pintura.

Depp mais tarde se referiu ao suposto incidente em um texto como “banho de sangue em discoteca”, mas disse no tribunal que era para aplacar sua esposa, e não era um pedido de desculpas.

Junho de 2013:

Heard e Depp estavam em Hicksville, EUA, com um grupo de pessoas, incluindo a irmã de Amber, Whitney, e o assistente de Depp, Nathan Holmes. Heard afirmou que o marido estava “tomando drogas” e ficou “enfurecido” e “com ciúmes” quando uma de suas amigas a tocou. Ela disse que ele então jogou óculos nela, rasgou seu vestido e danificou a cabine em que estavam hospedados.

Maio de 2014:

Depp foi acusado de chutar Heard e espancou-a depois de beber em um jato particular que voava com o então casal de Boston para Los Angeles. Foi alegado que a agressão ocorreu porque Johnny acreditava que Amber estava tendo um caso com o ator James Franco, seu co-star em ‘The Adderall Diaries’.

Agosto de 2014:

Depp atacou Amber, pois ela estava “retendo remédios” dele em uma viagem de desintoxicação e tentativa de sobriedade que o ator estava fazendo com destino à sua ilha particular nas Bahamas.

Dezembro de 2014:

Depp foi violento com Amber Heard em Los Angeles e após o incidente, chamou-se de “selvagem” e “lunático” em mensagens de texto que foram lidas no tribunal.

Janeiro de 2015:

Enquanto o casal estava em Tóquio, no Japão, Heard afirmou que Depp a empurrou, deu um tapa e a agarrou pelos cabelos, antes de ficar de pé sobre ela e gritar enquanto ela estava no chão.

Início de março de 2015:

Em um dos incidentes mais chocantes, Depp é acusado de ter agredido repetidamente Heard em um ataque de fúria de três dias deixando-a como refém, na Austrália. Johnny é acusado de empurrá-la contra uma mesa de pingue-pongue, sufocando-a contra a geladeira e estrangulando-a. Neste mesmo incidente, o ator arrancou a ponta de seu dedo e, enquanto lesionado, usou seu sangue para escrever mensagens no espelho da casa que o então casal ocupava.

Final de Março de 2015:

Heard disse que Depp estava “enfurecido” e tentou empurrar sua irmã Whitney, antes de arrancar os seus cabelos e destruir a cobertura que o casal dividia em Los Angeles.

Agosto de 2015:

Enquanto estava em lua-de-mel no trem ‘Expresso do Oriente’, no sudeste da Ásia, Heard alegou que Depp “a empurrou contra uma parede e a segurou pela garganta sufocando-a, fazendo-a temer pela sua própria vida.”

Novembro de 2015:

Em Los Angeles, Depp rasgou a camisa de Heard e “jogou-a pela sala”, jogando também um copo de vinho e uma “jarra pesada de vidro” para ela, além de empurrá-la sobre uma cadeira que a levou a bater a cabeça dela contra uma parede.

Dezembro de 2015:

Depp admitiu que deu um soco no rosto de Heard em sua cobertura em Los Angeles, mas no tribunal nesta semana afirmou que foi “acidental”.

Durante o suposto incidente, afirma-se que Depp jogou uma garrafa de vinho nela e arrancou grandes tufos de seus cabelos e sufocou-a enquanto gritava: “Eu vou te matar”.

Abril de 2016:

Depp chegou atrasado à festa de 30 anos de Heard, e uma briga aconteceu após a saída dos convidados. Alega-se que o ator jogou uma magnum de champanhe em sua então esposa.

Maio de 2016:

Depp teria chegado à cobertura do casal em Los Angeles “bêbado e drogado”, e jogou um celular iPhone no rosto de Heard.

Muitos destes incidentes estão descritos detalhadamente e traduzidos em posts antigos aqui no nosso site. x x x x

Artigo original: The Sun

Tradução e adaptação: Equipe Amber Heard Brasil.







layout desenvolvido por lannie d. - Amber Heard Brasil